Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Alguns conselhos do Papa para que o matrimônio dure a vida inteira

É possível que hoje em dia um matrimônio dure toda a vida inteira? Na opinião do Papa Francisco é possível "com a graça de Deus", mas também é necessária a colaboração e o esforço dos esposos para resolverem os problemas que possam surgir neste caminho.

Durante a Catequese da Audiência Geral, o Pontífice comentou a diferença e a complementariedade entre homem e mulher, recordando que "a união matrimonial e familiar é algo sério, não só para os cristãos, é para todos”.

“A eliminação da diferença, com efeito, é um problema, não uma solução. Para resolver seus problemas de relação, o homem e a mulher devem dialogar mais, escutando-se, conhecendo-se e amando-se mais”, explicou.

Homens e mulheres “devem tratar-se com respeito e colaborar com a amizade”. Assim, disse o Papa, “com estas bases humanas, sustentadas pela graça de Deus, é possível projetar a união matrimonial e familiar que dure a vida inteira”, adicionou.


O Papa Francisco concluiu sua alocução dizendo que “a terra fica cheia de harmonia e confiança quando a aliança entre o homem e a mulher é bem vivida. Portanto o fracasso desta relação aridece o mundo dos afetos e escurece o céu da esperança. Os sinais já são preocupantes, e nós os vemos".


Sexta, 17/04/2015 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...