Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Seminário abordará Acordo Brasil-Santa Sé

Diferentes temas estão previstos para debate durante o “Seminário Acordo Brasil-Santa Sé: implicações jurídicas e administrativas”, dias 17 e 18 de março, na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). O evento é promovido pela arquidiocese de Olinda e Recife (PE) e pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A solenidade de abertura contará com a participação do arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis; do núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello; e do arcebispo de Olinda e Recife, dom Antonio Fernando Saburido.  

Entre os palestrantes estão o bispo de Petrópolis, dom Gregório Paixão, que falará sobre o tema “Proteção cultural dos bens eclesiásticos, bens tombados e patrimônio histórico”; o procurador do Estado do Rio de Janeiro e presidente da União dos Juristas Católicos do Rio de Janeiro, Paulo Silveira Martins Leão Júnior, com a palestra “Ensino religioso nas escolas públicas”; e o juiz federal e professor da Unicap, Ubiratan de Couto Maurício, que irá abordar os “Efeitos civis de sentenças eclesiásticas em matéria matrimonial”.

As inscrições podem ser feitas pelo site da Unicap: www.unicap.br/BrasilSantaSe/  

Confira a programação completa:

17/3 - 3ª Feira

9h – Abertura

10h – Lanche

10h30 – Relações Igreja e Estado no Direito Constitucional brasileiro - Dr. Marcelo Labanca Corrêa de Araújo, Procurador do Banco Central e professor da UNICAP

11h45 – Intervalo almoço

13h45 – Introdução geral ao Acordo Brasil-Santa Sé sobre o estatuto jurídico da Igreja Católica no Brasil - Frei Evaldo Xavier Gomes, O. Carm., Advogado e consultor jurídico-canônico da CNBB

14h45 – Personalidade jurídica dos entes eclesiásticos - Dr. Hugo José Sarubbi Cysneiros de Oliveira, Advogado e assessor jurídico-civil da CNBB

16h – Lanche

16h15 – Proteção cultural dos bens eclesiásticos, bens tombados e patrimônio histórico - Dom Gregório Paixão, OSB, Bispo de Petrópolis

17h15 – Natureza jurídica do vínculo de trabalho de clérigos, leigos e religiosos com instituições eclesiásticas - Dr. José Soares Filho, Desembargador trabalhista aposentado e professor da UNICAP

18/3 - 4ª Feira

8h30 – Efeitos civis de sentenças eclesiásticas em matéria matrimonial - Dr. Ubiratan de Couto Maurício, Juiz federal e professor da UNICAP

9h30 – Aspectos tributários das organizações e entidades religiosas - Dr. Hugo José Sarubbi Cysneiros de Oliveira, Advogado e assessor jurídico-civil da CNBB

10h30 – Lanche

10h45 – Debates

12h – Pausa para almoço

14h – Organizações religiosas e filantrópicas - Sérgio Roberto Monello, Advogado especialista em direito filantrópico e assistencial; ex-professor da PUCSP e da UNISINOS

15h15 – Debates

16h – Lanche

16h15 – Ensino religioso nas escolas públicas - Paulo Silveira Martins Leão Júnior, Procurador do Estado do Rio de Janeiro e Presidente da União dos Juristas Católicos do Rio de Janeiro


17h45 – Encerramento - Dom José Belisário da Silva, OFM, Arcebispo de São Luís do Maranhão e Vice-Presidente da CNBB


Segunda, 16/03/2015 - CNBB / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...