Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Problema da Falta d´água abordada em reunião de bispos brasileiros

Terminou nesta quarta-feira, dia 4 de fevereiro, a reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O primeiro encontro do ano teve início nesta terça-feira, dia 3, e dá continuidade à preparação da 53ª Assembleia Geral, que será realizada de 15 a 24 de abril, em Aparecida (SP). Os bispos reunidos também estão refletindo sobre diversos temas, entre eles, o Ano da Paz e a Campanha da Fraternidade 2017.

Nesta manhã, o membro da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), Daniel Seidel, apresentou a análise de conjuntura político-social. Após exposição e debate, o texto passará por uma revisão para, posteriormente, ser divulgado no site da CNBB.

Estão sendo abordados aspectos de âmbito nacional e internacional, como: o restabelecimento das relações entre Cuba e Estados Unidos, mediado pelo Papa Francisco; as eleições na Grécia e seus efeitos sobre a crise da União Europeia; o ataque terrorista sofrido pela revista Charlie Hebdo; o relatório da ONG britânica Oxfam, divulgado na véspera do Fórum Econômico Mundial, que mostra o crescimento da desigualdade no mundo, e a difícil situação do Haiti.

Com relação ao Brasil, a análise aborda a crise hídrica e aponta que o sistema brasileiro de geração de energia a partir da água não se sustenta mais. Diz o texto:

“A crise é grave e tem caráter prolongado, visto que as obras que se anunciam visam compartilhar os recursos hídricos existentes, mas nenhuma iniciativa de política pública enfrenta a raiz do problema que são o modelo de desenvolvimento depredador e a matriz energética a ele vinculada”.


O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, Cardeal Raymundo Damasceno Assis, recordou que, em 2004, a Campanha da Fraternidade já havia abordado a questão da água, quando foram apontados desafios e soluções. “É preciso buscar uma solução não só imediata, mas a médio e longo prazos”, disse o cardeal.


Quarta, 04/02/2015 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...