Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2018

“Queridos filhos,

Através do Grande Amor do PAI CELESTIAL, EU estou com vocês como sua MÃE e vocês estão comigo como MEUS filhos, como Apóstolos do Meu Amor que sem cessar, reúnem-se em torno de MIM.

Filhos MEUS, vocês são aqueles que, como a oração, devem abandonar-se totalmente ao MEU FILHO, a fim de que não sejam mais vocês a viverem, mas o MEU FILHO em vocês; de modo que todos aqueles que não O conheçam, O vejam em vocês e desejem conhecê-lo.

Rezem para que eles vejam em vocês uma humildade decidida e bondade, disponibilidade a servir os outros; que vejam que vocês vivem a sua vocação no mundo com o coração, em comunhão com o MEU FILHO. Que eles vejam em vocês mansidão, ternura e amor ao MEU FILHO, como também aos seus irmãos e irmãs. Apóstolos do MEU AMOR, vocês devem rezar muito e purificar os seus corações de odo que sejam vocês os primeiros a caminhar no caminho do MEU FILHO de modo que sejam vocês os justos unidos pela JUSTIÇA do MEU FILHO.

Filhos MEUS, como MEUS Apóstolos vocês devem estar unidos na comunhão que flui do MEU FILHO, a fim de que os MEUS filhos que não conhecem o MEU FILHO reconheçam uma comunhão de amor e desejem caminhar no caminho da vida, no caminho da unidade com o MEU FILHO.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O que o Papa Francisco fará por esta portuguesa confusa e desesperançada no Sábado Santo

Helena Lobato, uma pintora da diocese do Setúbal (Portugal), escreveu uma carta ao Papa Francisco quando atravessava uma etapa de confusão e desesperança em sua vida. A sua surpresa foi grande quando recebeu uma resposta na qual o Santo Padre a convidava a participar da Vigília Pascal do Sábado Santo.
 
Na carta enviada a esta mulher, assinala a agência portuguesa Eclesia, o Papa Francisco indica que “a luz” chega pelo Batismo, dirigindo-lhe o convite para participar da missa mais importante do calendário litúrgico, para ser batizada.
 
 
“O Papa transmitiu-me que iria rezar por mim para que essa luz chegasse à minha vida”, afirma.
 
“Eu estive cerca de dois meses para aceitar de coração o convite que o Santo Padre me dirigiu”, acrescenta Helena.
 
Faz um tempo Helena Lobato via uma reportagem na televisão que resumia o primeiro ano do pontificado de Francisco e decidiu escrever-lhe contando as suas dúvidas e o desespero que atravessava nessa época de sua vida.
 
“Via as grandes causas que ele tinha abraçado, os resultados nas vidas das pessoas que tinham sido tocadas por ele. De repente, afastei as tintas e os pincéis e, dei por mim a escrever uma carta ao Papa”, explica Helena Lobato.
 
A mulher assegura que escreveu a carta entre lágrimas “uma maneira muito particular, muito chorada”, a partir não tanto da cabeça, mas do coração. “Perguntei se o Santo Padre de alguma maneira poderia, na sua oração com Deus, pedir que ele desse uma luz a pessoas como eu”, recorda.
 
“Só depois de colocar a carta no correio é que me dei conta do que tinha feito”, explica Helena Lobato, acrescentando que apenas queria compartilhar a sua angústia e que não esperava uma resposta. A carta do Papa foi certamente uma surpresa.
 
A pintora faz agora a sua preparação para o batismo na paróquia da Cova da Piedade da Almada, Portugal, onde o pároco a convidou para frequentar um grupo de catequese para adultos.
 
Na noite do sábado santo, na Vigília Pascal, Helena Lobato estará em Roma, diante do Papa Francisco para receber o batismo e terá a seu lado o Padre José Gil Pinheiro, pároco da sua nova comunidade cristã e seu padrinho de batismo.
 

A Vigília Pascal é uma Missa que comemora a Ressurreição de Jesus e ocorre na noite do Sábado Santo. É a celebração litúrgica mais importante, mais bela e mais extensa. Está carregada de uma grande quantidade de simbolismos como o fogo, a luz e a água. Nesta ocasião também é de costume batizar os catecúmenos que esperam o sacramento.


Quinta, 26/02/2015 - ACI, Marta Jiménez / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...