MUITA ATENÇÃO POVO CATÓLICO !!!

IMG-20171013-WA0083.jpg

Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Mais oração com o Evangelho e menos novela

Contemplar o Evangelho para chegar à verdadeira esperança, fixando o olhar em Jesus, em vez de perder tempo com novelas, expressou nesta terça-feira o Papa Francisco durante a Missa na Casa Santa Marta.

“O que eu fiz com este Evangelho é justamente a oração de contemplação: pegar o Evangelho, ler e imaginar-me nas cenas, imaginar o que acontece e falar com Jesus, como me vem ao coração. E com isso nós fazemos crescer a esperança, porque temos o olhar fixo no Senhor. Façam esta oração de contemplação”, disse.

“'Mas tenho tanto tantas coisas para fazer!'. 'Faça-o em casa, 15 minutos, pega o Evangelho, uma pequena passagem, imagina o que aconteceu e fala com Jesus sobre isso. Assim, o teu olhar estará fixo em Jesus e não tanto na novela, por exemplo”.

Assim, “teu ouvido estará fixo nas palavras de Jesus e não tanto nas fofocas do vizinho”.

E “a oração de contemplação nos ajuda a ter esperança e a viver da sustância do Evangelho. Rezar sempre!”, disse o Papa.

Francisco durante a sua homilia convidou a “rezar as orações, rezar o rosário, falar com o Senhor, mas também fazer esta oração de contemplação para ter nosso olhar fixo em Jesus”. Porque desta oração “vem a esperança” e desta maneira “nossa vida cristã se desenvolve entre a memória e a esperança”.

“Memória de todo o caminho passado, memória de tantas graças recebidas pelo Senhor; e esperança, olhando o Senhor, que é o único que pode dar-me a esperança. E para olhar o Senhor, para conhecê-Lo, peguemos o Evangelho e façamos esta oração de contemplação. Hoje, por exemplo, procurem 10 minutos, 15, não mais que isso, leiam o Evangelho, imaginem e digam algo a Jesus. E nada mais. E assim o seu conhecimento de Jesus será maior e a sua esperança crescerá. Não se esqueçam, mantendo o olhar fixo em Jesus. E por isso a oração de contemplação”.

As reflexões partiram de um trecho da Carta aos Hebreus, que se concentra na esperança que é
“fixar os olhos em Jesus”.

Sem escutar o Senhor talvez a pessoa possa ser “otimista e positiva”, mas a esperança “se aprende somente olhando para Jesus”. Por isso, “é bom rezar o Rosário todos os dias”, assim como falar “com o Senhor, quando tenho uma dificuldade, ou com a Virgem ou com os Santos...”, destacou.

Neste contexto, destacou a importância de fazer a “oração de contemplação”, que se pode fazer “com o Evangelho na mão”.

Como faço a contemplação com o Evangelho de hoje? Vejo que Jesus estava em meio da multidão, sempre com muita gente. Aparece cinco vezes a palavra 'multidão'. É um convite a pensar na vida de Cristo sempre com o povo”.
“Mas não descansava?”, se perguntou Francisco. “Sim, uma vez, diz o Evangelho, dormiu no barco, mas veio a tempestade e os discípulos despertaram. Jesus estava continuamente entre as pessoas”.



Terça, 03/02/2015 - ACI, Alvaro de Juana / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...