Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Mais oração com o Evangelho e menos novela

Contemplar o Evangelho para chegar à verdadeira esperança, fixando o olhar em Jesus, em vez de perder tempo com novelas, expressou nesta terça-feira o Papa Francisco durante a Missa na Casa Santa Marta.

“O que eu fiz com este Evangelho é justamente a oração de contemplação: pegar o Evangelho, ler e imaginar-me nas cenas, imaginar o que acontece e falar com Jesus, como me vem ao coração. E com isso nós fazemos crescer a esperança, porque temos o olhar fixo no Senhor. Façam esta oração de contemplação”, disse.

“'Mas tenho tanto tantas coisas para fazer!'. 'Faça-o em casa, 15 minutos, pega o Evangelho, uma pequena passagem, imagina o que aconteceu e fala com Jesus sobre isso. Assim, o teu olhar estará fixo em Jesus e não tanto na novela, por exemplo”.

Assim, “teu ouvido estará fixo nas palavras de Jesus e não tanto nas fofocas do vizinho”.

E “a oração de contemplação nos ajuda a ter esperança e a viver da sustância do Evangelho. Rezar sempre!”, disse o Papa.

Francisco durante a sua homilia convidou a “rezar as orações, rezar o rosário, falar com o Senhor, mas também fazer esta oração de contemplação para ter nosso olhar fixo em Jesus”. Porque desta oração “vem a esperança” e desta maneira “nossa vida cristã se desenvolve entre a memória e a esperança”.

“Memória de todo o caminho passado, memória de tantas graças recebidas pelo Senhor; e esperança, olhando o Senhor, que é o único que pode dar-me a esperança. E para olhar o Senhor, para conhecê-Lo, peguemos o Evangelho e façamos esta oração de contemplação. Hoje, por exemplo, procurem 10 minutos, 15, não mais que isso, leiam o Evangelho, imaginem e digam algo a Jesus. E nada mais. E assim o seu conhecimento de Jesus será maior e a sua esperança crescerá. Não se esqueçam, mantendo o olhar fixo em Jesus. E por isso a oração de contemplação”.

As reflexões partiram de um trecho da Carta aos Hebreus, que se concentra na esperança que é
“fixar os olhos em Jesus”.

Sem escutar o Senhor talvez a pessoa possa ser “otimista e positiva”, mas a esperança “se aprende somente olhando para Jesus”. Por isso, “é bom rezar o Rosário todos os dias”, assim como falar “com o Senhor, quando tenho uma dificuldade, ou com a Virgem ou com os Santos...”, destacou.

Neste contexto, destacou a importância de fazer a “oração de contemplação”, que se pode fazer “com o Evangelho na mão”.

Como faço a contemplação com o Evangelho de hoje? Vejo que Jesus estava em meio da multidão, sempre com muita gente. Aparece cinco vezes a palavra 'multidão'. É um convite a pensar na vida de Cristo sempre com o povo”.
“Mas não descansava?”, se perguntou Francisco. “Sim, uma vez, diz o Evangelho, dormiu no barco, mas veio a tempestade e os discípulos despertaram. Jesus estava continuamente entre as pessoas”.



Terça, 03/02/2015 - ACI, Alvaro de Juana / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...