Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Colégio Cardinalício debate reforma da Cúria Romana

“A meta que queremos alcançar é sempre a de favorecer uma harmonia maior na tarefa dos diversos dicastérios e departamentos, com o fim de lograr uma colaboração mais eficaz com essa transparência absoluta que edifica a sinodalidade e a colegialidade autênticas”, disse o papa Francisco durante a abertura do Consistório Extraordinário do Colégio Cardinalício, nesta quinta-feira, 12, no Vaticano.

Entre os temas tratados pelos 165 purpurados presentes no Consistório está a reforma da Cúria Romana. De acordo com o papa, “a reforma, muito desejada pela maioria dos cardeais no âmbito das congregações gerais que precederam ao conclave, terá de aperfeiçoar mais a identidade da Cúria Romana, ou seja, de auxiliar o sucessor de Pedro no exercício do supremo ofício pastoral pelo bem e a serviço da Igreja universal e das igrejas particulares"

Francisco disse, ainda, que “a reforma não é um fim em si mesma, mas um meio para dar um forte testemunho cristão; para favorecer uma evangelização mais eficaz, para promover um espírito ecumênico mais fecundo e para alentar um diálogo mais construtivo com todos”.

O coordenador da Comissão dos Nove Cardeais (C-9), cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, e o secretário, dom Marcello Semeraro, apresentaram a síntese do trabalho desenvolvido nestes meses para elaborar a nova Constituição Apostólica sobre a Reforma da Cúria. “Uma síntese realizada com numerosas sugestões, também por parte dos chefes e responsáveis pelos dicastérios, além de especialistas nessa área”, explicou o papa.

Os trabalhos do Consistório, dos quais participam os vinte prelados que serão criados cardeais no próximo sábado, prosseguem até amanhã, 13.


Conselho de Cardeais

Desde segunda-feira, 9, o Conselho dos Nove Cardeias esteve reunido para discutir a reforma da Cúria e questões como o Sínodo e o trabalho da Comissão para a Proteção de Menores. O C-9 é constituído pelos cardeais: Oscar Rodriguez Maradiaga, Giuseppe Bertello, Francisco Errazuriz Ossa, Oswald Gracias, Reinhard Marx, Laurent Monsengwo Pasinya, Sean O'Malley e George Pell e o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin.


Quinta, 12/02/2015 - CNBB / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...