Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

As duchas e a barbearia para os moradores de rua já estão prontas na Praça São Pedro

Já foram concluídas as obras de construção das novas duchas na Praça São Pedro, um projeto destinado aos pobres da cidade de Roma na Itália.

Foram instaladas três duchas e um pequeno local para os barbeiros que foi acrescentado durante os trabalhos de renovação dos banheiros que ficam no braço direito da Colunata de Bernini na Praça de São Pedro.

As obras, que começaram em novembro, foram projetadas, dirigidas e realizadas pelos técnicos e pelos funcionários da ala de construção do Governatorato da Cidade do Vaticano.

Cada pia tem água quente, local para sabonete e jato de ar quente para enxugar as mãos. Para revestir as paredes foi utilizada uma resina especial, facilmente lavável que garante a máxima higiene.

As duchas funcionarão diariamente, à exceção das quartas-feira da Audiência Geral ou quando são realizadas grandes celebrações na Praça São Pedro ou na Basílica. Nas segundas, quintas e sábados, o serviço estará aos cuidados dos voluntários da UNITALSI – setor Roma.
A barbearia estará disponível nas segundas-feiras, das 9 às 15 horas. O serviço será garantido por diversos barbeiros voluntários e por estudantes do último ano de uma escola de cabeleireiros de Roma.

Os peregrinos sem teto receberão, para a ducha, roupas íntimas limpas e um kit com toalha, sabonete, pasta de dente, barbeador, espuma de barbear e desodorante, de acordo com as diferentes necessidades. A maior parte do material será oferecido gratuitamente por diversas empresas e doadores particulares. O material que faltar será adquirido conforme a necessidade pela Esmolaria Apostólica com o dinheiro proveniente das Bênçãos Apostólicas.

A acolhida dos moradores de rua será feita por diversos voluntários, entre eles, as irmãs da Caridade, as irmãs Albertinas, que servem na Guarda a Suíça, as vicentinas e muitas outras pessoas de Roma.

A Esmolaria agradece a todas as paróquias que participaram do projeto e em particular a todos aqueles que contribuíram para a realização das duchas sob as Colunatas e a todos que, de alguma forma, contribuíram para o projeto em favor dos pobres.

Em recentes declarações à Ansa, o Esmoleiro Pontifício, o Arcebispo polonês Konrad Krajewski disse que “nossa principal preocupação é dar dignidade às pessoas”.

Uma das razões pelas quais se decidiu fazer isso é pela dificuldade que os moradores de rua têm para assear-se, diante do medo que poderiam gerar em algumas pessoas: “precisam estar limpos, também para prevenir doenças. Este é um serviço ao qual os pobres não têm um fácil acesso”.



Sexta, 06/02/2015 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...