Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 15/06/2018

"Queridos filhos, também hoje de modo particular desejo convidá-los à Eucaristia. Que a Missa seja o centro das suas vidas ! Em particular, queridos filhos que a Eucaristia esteja nas suas famílias: as famílias devem ir à Santa Missa e celebrar Jesus. Jesus deve ser o centro das suas vidas ! Por isso renovem, queridos filhos, a oração familiar e caminhem em direção a Jesus. Obrigada, queridos filhos, por terem respondido também hoje ao MEU chamado"

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Um presente do céu? Papa recebe uma inesperada “saudação” da Santa Teresinha do Menino Jesus

 O Papa Francisco agradeceu emocionado uma imagem de Santa Teresinha do Menino Jesus que recebeu durante o voo papal do Sri Lanka às Filipinas e revelou que em oração “pediu uma rosa” à santa francesa como sinal de ter ouvido sua oração, mas em troca “ela mesma veio me saudar”. A jornalista da revista Paris Match, Caroline Pigozzi, deu de presente ao Papa uma imagem da santa em baixo relevo. “Quando não sei como irão as coisas, tenho o costume de pedir a Santa Teresa do Menino Jesus, que tome o problema em suas mãos, algo assim, e que me envie uma rosa”, explicou o Pontífice na coletiva durante o voo que o levou a Manila. "Pedi-lhe também por esta viagem, se ela podia toma-la em suas mãos, e se me poderia enviar uma rosa, mas em troca ela mesma veio me saudar”, assinalou. O Pontífice agradeceu à jornalista pelo presente: "Obrigado a Caroline e obrigado à pequena Teresinha e a todos vocês”. Nascida em Alençon, França em 1893, a Santa Teresinha ficou conhecida como "A Pequena Flor" ou "Teresa do Menino Jesus". Santa Teresinha, religiosa carmelita, entrou em convento à idade de 15 anos, levando uma vida singela e de santidade, fazendo tudo com amor e com uma confiança filial em Deus. A Santa se comprometeu a esforçar-se a praticar a caridade com todos, especialmente com aqueles com quem não simpatizava, realizando pequenas obras de caridade cada dia, e fazia pequenos sacrifícios embora alguns parecessem pouco importantes. Estes atos a ajudavam a ter uma profunda compreensão de sua vocação. Morreu de tuberculose à idade de 24 anos e foi proclamada Doutora da Igreja por São João Paulo II em 1997, no centenário de sua morte. Assim se converteu na terceira mulher em receber este título, depois da Santa Catarina de Sena e Santa Teresa de Ávila. Desde sua morte, milhões se inspiraram no “pequeno caminho” de Santa Teresa, que é o de amar a Deus e o próximo. Muitos milagres se atribuíram a sua intercessão que coincide com a predição que fez durante sua vida terrena: “passarei meu céu fazendo o bem na terra”. Em um de seus escritos a santa afirma: “você sabe muito bem que o Senhor não vê tanto a grandeza de nossas ações, nem sequer a dificuldade delas, mas vê o amor com o que as fazemos”.


Quinta, 15/01/2015 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...