MUITA ATENÇÃO POVO CATÓLICO !!!

IMG-20171013-WA0083.jpg

Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Nordestão de Liturgia recorda Concílio Vaticano II

 A diocese de Crato (CE) sedia, de 12 a 22 de janeiro, o Nordestão de Liturgia, um encontro regional de formação litúrgica para leigos, religiosos, diáconos, seminaristas e presbíteros com o objetivo de construir “como discípulos missionários de Jesus Cristo, um saber teológico-litúrgico, a partir das práticas celebrativas, à luz da Tradição e da renovação do Vaticano II, priorizando o rito que é fonte de uma liturgia orante e inculturada, no chão nordestino”.

Na abertura do evento, na segunda-feira, dia 12, o bispo de Crato (CE), dom Fernando Panico, afirmou que a formação pode motivar as comunidades a terem um encontro com Jesus Cristo. “O que celebramos? Por que celebramos? O Nordestão de Liturgia deve implantar em nós o desejo de, ao colocarmos as comunidades diante da palavra de Deus, o povo não só queira ouvi-la, mas tenham a vontade de buscar o encontro pessoal e comunitário com Cristo, que dá os rumos de nossa Igreja”, sugeriu.

A formação tem a presença de participantes de cinco estados nordestinos - Piaui, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco -, além de representantes do Amazonas, do Pará, do Espírito Santo e de São Paulo. “Rostos com traços nordestinos, traços que faz comungar com a missão do povo de Deus”, cumprimentou o bispo.

A mistagogia a partir do rito celebrado foi a metodologia escolhida para o Nordestão. A dinâmica terá a participação na construção do conhecimento “em mutirão, onde todos partilham suas experiências e descobertas, na celebração do Mistério Pascal acontecendo na história”, descrevem os organizadores.

 Dividido em três etapas, o curso válido como extensão universitária pretende proporcionar conhecimento mais aprofundado sobre a celebração do mistério pascal de Cristo. Cada etapa é cursada em uma edição do Nordestão. A organização pretende, em 2016, oferecer a formação como especialização. A programação propõe aulas teóricas e práticas sobre Liturgia, vivencia dos sacramentos, laboratório litúrgico, celebrações e, de maneira especial, o Oficio Divino das Comunidades.

Assessoria

Dom Fernando Panico, que é referencial para a Liturgia no regional Nordeste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), coordena a formação e o grupo de assessores, formado por especialistas que atuam na área, como o professor de Liturgia e diretor do Instituto Teológico do Piauí, padre Jonilson Torres Resende; o coordenador da Pastoral Litúrgica do regional Nordeste 1 da CNBB, padre Francisco Ivan de Souza; o especialista em Música Litúrgica, padre Josenildo Nunes; e o responsável pela Liturgia na diocese de Crato, padre Aureliano Gondim. Os padres Marcelino Sivinski, Hernaldo Pinto Farias e Gustavo Haas, ex-assessores da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, também compõem o grupo. O bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB, dom Armando Bucciol, conduzirá um momento de formação na segunda-feira, dia 19.
Com informações da diocese de Crato (CE)
Quarta, 14/01/2015 - cnbb / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...