MUITA ATENÇÃO POVO CATÓLICO !!!

IMG-20171013-WA0083.jpg

Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Campanha da Fraternidade 2015 e Mensagem do Papa motivam o serviço aos irmãos no tempo de Quaresma

O verdadeiro amor a Deus motiva os fiéis a servir os irmãos. Essa é a reflexão proposta para a Quaresma 2015 na Mensagem do Papa Francisco, apresentada na Sala de Imprensa da Santa Sé, na manhã desta terça-feira, dia 27 de janeiro, e na Campanha da Fraternidade proposta pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cujo tema será: “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45).

Em sua mensagem “Fortalecei os vossos corações” (Tg 5,8) o Santo Padre recorda que é preciso combater de forma urgente a “globalização da indiferença”. Francisco reforçou que a Quaresma é um tempo propício para deixar-se servir por Cristo, como Pedro deixou Jesus lavar seus pés (Jo 13,8), para desse modo tornar-se como Ele.

O Papa destacou que a Igreja é, por sua natureza, missionária, não fechada em si mesma, mas enviada a todos os homens. “Como desejo que os lugares onde a Igreja se manifesta, particularmente as nossas paróquias e as nossas comunidades, se tornem ilhas de misericórdia no meio do mar da indiferença!”, pediu.

Francisco destacou a iniciativa “24 horas para o Senhor”, que acontecerá nos dias 13 e 14 de Março para dar expressão à necessidade da oração. “Espero que se celebre em toda a Igreja, mesmo a nível diocesano. Não subestimemos a força da oração de muitos”, motivou o Papa.

Na mesma sintonia, a Campanha da Fraternidade (CF) 2015 buscará recordar a vocação e missão de todo o cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II.

O texto base utilizado para auxiliar nas atividades da CF 2015, que já está disponível nas Edições CNBB, reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva, com leis e normas de condutas, organizada por critérios e, principalmente, com entidades que “cuidam do bem-estar daqueles que convivem”.

“Será uma oportunidade de retomarmos os ensinamentos do Concílio Vaticano II. Ensinamentos que nos levam a ser uma Igreja atuante, participativa, consoladora, misericordiosa, samaritana. Sabemos que todas as pessoas que formam a sociedade são filhos e filhas de Deus. Por isso, os cristãos trabalham para que as estruturas, as normas, a organização da sociedade estejam a serviço de todos”, disse o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, na apresentação da CF 2015.

Entre as diversas abordagens, o texto base apresenta uma visão social a partir do serviço, diálogo e cooperação entre Igreja e sociedade, além de refletir sobre “Dignidade humana, bem comum e justiça social” e “O serviço da Igreja à sociedade”. Nesta parte, o texto aponta sugestões pastorais para a vivência da Campanha da Fraternidade nas dioceses, paróquias e comunidades, seguindo o princípio: “Todas as vezes que fizestes (o bem) a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes” (cf. Mt 25,34-40).

Para acessar o conteúdo completo da CF 2015 no site da CNBB, confira:


http://cnbb.org.br/campanhas-1/fraternidade/15526-comissao-disponibiliza-materiais-para-a-cf-2015


Terça, 27/01/2015 - ACI / Cláudia Brito de Albuquerque e Sá / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...