Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Aracaju acolhe novo bispo coadjutor

Uma celebração de acolhida foi realizada em Aracaju (SE) para receber dom João José Costa, nomeado pelo papa Francisco arcebispo coadjutor da arquidiocese de Aracaju. Na cerimônia, ele foi apresentado oficialmente ao clero e à população da região.

A celebração aconteceu neste ultimo domingo, dia 04/01, às 16h, em missa campal em frente à Catedral de Aracaju.

Dezenas de caravanas de diversas paróquias da capital e outros regiões do estado estiveram presente, assim como da diocese anterior de dom João, Iguatu (CE). A arquidiocese estimou em quatro mil pessoas na solenidade.

Iguatu

No dia 28 de dezembro, uma missa de Ação de Graças na Catedral de São José, em Iguatu (CE), marcou a despedida de dom João Costa da diocese. O evento reuniu 30 padres de diversas paróquias, além de religiosos e cristãos.

O bispo ficou à frente da diocese por cinco anos e meio e realizou obras como a construção da Casa Irmã Dulce, para abrigar acompanhantes dos pacientes internados no hospital regional de Iguatu; além da criação da Pastoral Carcerária e da Pastoral dos Enfermos.

Dom João disse que buscou seguir seu lema episcopal “servir por amor”. Ele agradeceu ao bispo emérito, dom Mauro Ramalho pelos conselhos e ao final da missa recebeu o título de cidadão quixeloense, concedido pela Câmara Municipal. 



Com informações da arquidiocese de Aracaju


Segunda, 05/01/2015 - CNBB / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...