Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco aos teólogos: Diversidade dos pontos de vista não deve prejudicar a unidade da fé

“Sua missão é servir à Igreja” e a “diversidade dos pontos de vista deve enriquecer, sem prejudicar a unidade”, expressou nesta sexta-feira o Papa Francisco aos membros da Comissão Teológica Internacional (CIT), em um encontro no qual também os convidou a escutarem com humildade a Palavra de Deus para acolhê-la no coração e na mente.

No seu discurso, o Pontífice destacou que com seu trabalho teológico, a CIT oferece um serviço à Igreja universal. “Sua missão é servir à Igreja, o que pressupõe não só capacidades intelectuais, mas também disposições espirituais. Entre estas últimas, queria chamar a atenção de vocês sobre a importância da escuta… O teólogo é, sobretudo, um crente que escuta a palavra de Deus vivo e a recebe no coração e na mente. Mas o teólogo também deve ficar humildemente em escuta do que o Espírito diz às Igrejas’”.

“De fato –afirmou Francisco-, junto a todo o povo cristão, o teólogo abre os olhos e os ouvidos aos ‘sinais dos tempos’. Está chamado a ‘escutar atentamente, discernir e interpretar as diversas linguagens do nosso tempo, e sabê-las julgar à luz da Palavra de Deus para que a verdade revelada seja sempre melhor entendida, seja melhor compreendida e possa vir apresentada da forma mais adequada”.

O Santo Padre também abordou a participação das mulheres no campo teológico. “É necessário refletir sobre o papel que as mulheres têm e devem ter no campo da teologia”, afirmou Francisco. Recordou que “a Igreja reconhece a contribuição indispensável da mulher na sociedade, com uma sensibilidade, uma intuição e certas capacidades peculiares que são frequentemente próprias das mulheres. Convido-os, pois, a tirar o maior proveito desta contribuição especifica das mulheres à inteligência da fé”.

Logo, o Papa recordou que “outra característica desta Comissão é seu caráter internacional, que reflete a catolicidade da Igreja. A diversidade dos pontos de vista deve enriquecer a catolicidade sem prejudicar a unidade. A unidade dos teólogos católicos nasce da comum referência a uma só fé em Cristo e se nutre da diversidade dos dons do Espírito Santo”.

“A partir deste fundamento e em um são pluralismo, várias contribuições teológicas, desenvolvidas em diversos contextos culturais e com diversos métodos utilizados, não podem ignorar-se mutuamente, mas no diálogo teológico deveriam enriquecer-se e corrigir-se reciprocamente”, assinalou.

Finalmente, Francisco convidou a pedir a intercessão da Virgem Maria, “mestra da autêntica teologia”.

“Mulher da escuta, mulher da contemplação, mulher da proximidade aos problemas da Igreja e das pessoas… Maria é assim o ícone da Igreja a qual, na paciente espera do Senhor, progride, dia a dia, na inteligência da fé, graças também ao trabalho paciente dos teólogos e das teólogas. A Virgem, mestra da autêntica teologia, assegure-nos, com a sua maternal oração, que nossa caridade ‘cresça sempre mais em conhecimento e em pleno discernimento’. Neste caminho os acompanho com a minha Bênção e lhes peço, por favor, que rezem por mim. Rezem teologicamente, obrigado”.



Sexta, 05/12/2014 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...