Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2018

Queridos filhos !

Vocês a quem o MEU FILHO ama, vocês a quem EU amo imensamente com o MEU AMOR MATERNO, não permitam que o egoísmo e o amar muito a si mesmo reinem no mundo. Não permitam que o amor e a bondade fiquem escondidos. Vocês que são amados, vocês que conheceram o AMOR do MEU FILHO, lembrem-se que ser amado significa amar. Filhos MEUS, tenham fé: quando vocês tem fé, vocês são felizes e difundem a paz. As suas almas exultam de alegria. Nestas almas está o MEU FILHO: quando se doam pela fé, quando se doam pelo amor, quando fazem o bem ao próximo, o MEU FILHO sorri em suas almas. Apóstolos do MEU AMOR, ME dirijo a vocês como MÃE, os reúno em torno de MIM porque desejo conduzí-los no caminho do AMOR e da FÉ, no caminho que leva até a LUZ DO MUNDO. EU estou aqui pelo AMOR e pela FÈ; porque desejo abençoá-los, porque EU desejo, com a MINHA BENÇÂO MATERNA, dar a vocês força e esperança no seu caminho. Porque a estrada que conduz ao MEU FILHO não é fácil, é cheia de renúncias, de dar-se, do sacrifício, do perdão e muito, muito amor mas este caminho conduz à paz e à alegria. Filhos MEUS, não acreditem nas vozes falsas que falam de coisas falsas e de luzes falsas: vocês, filhos MEUS, voltem para a SAGRADA ESCRITURA. Com imenso amor EU os vejo e, PELA GRAÇA DE DEUS, EU ME MANIFESTO A VOCÊS. Filhos Meus, caminham COMIGO. Que as almas de vocês exultem de alegria.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

“Em uma só noite conseguimos resgatar 37 mulheres escravizadas", afirma religiosa na Índia

Imagem referencial. Foto: Flickr Riccardo Romano
(CC_BY-NC-ND_2.0)
“Em quatro anos conseguimos mandar para a prisão 30 traficantes de pessoas”, expressou aos jornalistas a irmã Sharmi D'Souza, religiosa das Irmãs Catequistas de Maria Imaculada Auxiliadora (SMI), que trabalham, junto com a polícia, nos bordéis da Calcutá (Índia) libertando mulheres e meninas da escravidão sexual.

Ela, junto com outras sete religiosas, foi convidada a assistir à apresentação da Mensagem do Papa para a XLVIII Jornada Mundial da Paz (a celebrar-se neste 1° de janeiro de 2015), sobre o tema "Não mais escravos, mas irmãos", que pede a todos combater as formas modernas de escravidão.

Em declarações à imprensa em 10 de dezembro passado, a religiosa contou um fato alarmante: “Em uma só noite (conseguimos) resgatar a 37 mulheres”. Sendo uma dezena delas menores de idade.

Conforme assinala a agência católica AICA, as irmãs acolhem as mulheres, oferecendo segurança, apoio e atenção para recomeçar com suas vidas; enquanto que as mulheres liberadas dão informação crucial à polícia, como os nomes dos exploradores e a localização dos outros bordéis.

Muitas vezes, relata a religiosa, a polícia se nega a ir com as religiosas em alguma operação porque com frequência os próprios policiais são cúmplices ou estão comprados pelos traficantes. Quando isso acontece as irmãs vão às autoridades superiores e finalmente obtêm que “eles se movimentem”, assinalou a irmã D'Souza.


“Nunca vamos sozinhas. Vamos junto com outras ONG. Mas necessitamos que nossos pastores estejam conosco, que nossos bispos e nossos sacerdotes nos apoiem, porque se eles estiverem conosco, podemos fazer ainda mais”, concluiu.


Quinta, 18/12/2014 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...