Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/05/2018

Queridos filhos, tudo o que MEU FILHO, que é a Luz do AMOR, tem feito e faz, ELE tem feito por amor. Também vocês, meus filhos, quando vocês vivem no amor e amam seus próximos, vocês estão fazendo a vontade do MEU FILHO. Apóstolos do Meu Amor, tornem-se pequenos, abram seus corações puros ao MEU FILHO para que ELE possa operar através de vocês. Com a ajuda da fé, sejam preenchidos com amor. Mas, meus filhos, não esqueçam que a EUCARISTIA é o coração da fé. Isto é MEU FILHO que os alimenta com SEU CORPO e fortalece vocês com o SEU SANGUE. Isto é um milagre de amor: MEU FILHO, que sempre vem novamente, vivo, trazer de volta a vida para as almas. Meus filhos, Meu desejo maternal é para vocês sempre O amarem mais, porque ELE está chamando vocês com SEU AMOR. ELE está-lhes dando amor para que vocês possam espalhá-lo para todos aqueles ao redor de vocês. Como uma mãe, através do SEU AMOR, EU estou com vocês para falar palavras de amor e esperança para vocês – para falar para vocês as palavras eternas que são vitoriosas no tempo e da morte – para chamá-los para serem ao Meus Apóstolos de Amor. Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Caicó dá início às comemorações de 75 anos da diocese

A diocese de Caicó (RN) deu início às comemorações oficiais do seu jubileu de 75 anos, no dia 25 de novembro. A abertura contou com uma celebração, na matriz de São José, junto ao túmulo do primeiro bispo da diocese, dom José de Medeiros Delgado.

Além do clero diocesano e do bispo de Caicó, dom Antônio Carlos Cruz Santos, participaram da celebração os bispos de Mossoró (RN), dom Mariano Manzana; de Guarabira (PB), dom Francisco de Assis Dantas de Lucena; de Cajazeiras (PB), dom José Gonzales; e o bispo de Campina Grande (PB), dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, antecessor de dom Antônio Carlos à frente da Igreja Católica no Seridó.

Na ocasião, dom Antônio lembrou aos presentes que celebrar 75 anos é fazer um balanço da caminhada e das obras desenvolvidas ao longo dos anos. “Rever procedimentos para saber qual Igreja nós queremos e questionar se ela é missionária. Precisamos dar essa resposta, mas sem esquecer que somente o amor qualifica a existência.”, disse o bispo.

Dom Antônio ainda fez votos de que o jubileu seja um momento especial e que os fiéis reflitam sobre os trabalhos desenvolvidos na diocese. “Que possamos fazer um jubileu celebrativo, penitencial e de compromisso”, concluiu.  


Os festejos irão prosseguir até a festa de Sant’Ana de 2016. Até lá, vários eventos e atividades serão realizados em comemoração aos 75 anos da diocese, como a Motivação Vocacional, em dezembro deste ano.


Quarta, 03/12/2014 - cnbb / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...