Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/02/2019

“Queridos filhos,

O AMOR e a BONDADE do PAI CELESTIAL os dá revelações que fazem com que a fé em vocês cresça e se compreenda, e os traga paz, segurança e esperança.

Assim também eu, filhos MEUS, por meio do AMOR MISERICORDIOSO do PAI CELESTIAL sempre e novamente os mostro a estrada em direção ao MEU FILHO, em direção à SALVAÇÃO ETERNA. Mas, infelizmente, muitos dos MEUS filhos não querem me escutar, e muitos dos MEUS filhos duvidam.

Mas EU, EU sempre e em todos os tempos, louvei o SENHOR por tudo aquilo que ELE fez em MIM e por meio de MIM. MEU FILHO se dá a vocês, divide o pão com vocês, os dá palavras de VIDA ETERNA, a fim que EU as leve a todos. Vocês, filhos MEUS, apóstolos do MEU AMOR, do que vocês tem medo quando MEU FILHO está com vocês ?

Ofereçam-LHE as suas almas, a fim de que ELE possa morar nelas, e possa fazer de vocês instrumentos da FÉ e instrumentos do AMOR.

Filhos MEUS, vivam o EVANGELHO, vivam o AMOR MISERICORDIOSO ao próximo, e, acima de tudo, vivam o AMOR ao PAI CELESTIAL. Filhos MEUS, vocês não estão juntos por acaso, o PAI CELESTIAL não une ninguém por acaso. O MEU FILHO fala às suas ALMAS e eu faço aos seus CORAÇÕES.

Como MÃE, EU digo a vocês: caminhem COMIGO, amem-se uns aos outros, testemunhem. Não tenham medo, com o seu exemplo, de defender a VIDA, a PALAVRA DE DEUS que é ETERNA e que não muda nunca. Filhos MEUS, quem trabalha na LUZ DO AMOR MISERICORDIOSO e na VERDADE é sempre ajudado pelo CÉU e nunca está sozinho.

Apóstolos do MEU AMOR, que vocês sejam reconhecidos, sempre, entre todos os outros, pelo seu escondimento, pelo seu amor e pela sua serenidade. EU estou com vocês. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Jovem durante o assalto a Dom Orani no Rio: "O senhor me perdoa?"

 "Eu não queria fazer isso, o senhor me perdoa?", disse um dos assaltantes que participou do roubo ao arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, na noite do dia 15 de setembro, em Santa Teresa. O assalto aconteceu por volta das 20h30, quando o cardeal voltava do Centro de Formação do Sumaré e seguia para a sede da Arquidiocese do Rio, na Glória. Ele estava na companhia do motorista, do fotógrafo e de um seminarista que presenciaram o crime. O cardeal disse ao jovem que estava perdoado. Seus pertences foram achados depois no bairro Rio Comprido.

Os assaltantes levaram a cruz peitoral, o anel, o relógio, o celular e a caneta do cardeal, além dos pertences dos outros ocupantes do carro: carteiras com documentos, dinheiro, celulares, a mochila com a túnica do seminarista e o equipamento fotográfico.

"Nós vimos um carro carro parado no meio da rua e o motorista reduziu a velocidade, um menino veio com uma arma, seguido por outros dois. O jovem com a arma foi para o lado do carona, onde estava o cardeal, e eles nos obrigaram a sair do carro", contou o fotógrafo da Arquidiocese do Rio, Gustavo de Oliveira.

De acordo com o fotógrafo, todos os assaltantes pareciam ter entre 17 e 18 anos. Os pertences foram abandonados em uma rua no bairro do Rio Comprido. Os objetos foram encontrados por uma pessoa que passava e depois levados para uma delegacia. Tudo foi encontrado, exceto a máquina fotográfica.

"O jovem disse a Dom Orani: 'o senhor é da Igreja, né?'. Dom Orani disse que sim, então ele pediu perdão e o cardeal respondeu que o perdoava. Acho que ele queria ter devolvido tudo naquela mesma hora, mas achou que os outros não deixariam. Ficamos muito surpresos com tudo isso, mas conseguimos manter a calma", afirmou Gustavo.

Mesmo depois do assalto, Dom Orani foi direto para o compromisso onde era aguardado no Edifício João Paulo II. Segundo a assessoria de imprensa, o cardeal não quis fazer pronunciamento, mas uma nota sobre o assalto foi postada em sua página no facebook.


O caso foi registrado na Décima DP, em Botafogo.


Terça, 16/09/2014 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...