Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Vaticano lança iniciativa “Pausa pela Paz” pela final da Copa do Mundo 2014

O Pontifício Conselho para a Cultura lançou uma iniciativa que busca unir todo o mundo em uma pausa na violência e alentar a paz, especialmente nos países aonde há guerra ou conflito, pedindo de forma especial um momento de silêncio durante a final da Copa do Mundo no domingo 13 de julho entre as seleções da Argentina e da Alemanha.

“Os esportes nasceram ao redor de festividades religiosas. Os eventos esportivos eram momentos de paz quando as guerras cessavam, um momento para a trégua olímpica”, explicou o Monsenhor Melchor Sánchez de Toca y Alameda, Subsecretário do Pontifício Conselho para a Cultura e encarregado da seção de cultura e esporte, ao lançar a campanha neste 10 de julho.

“Por que não para a Taça Mundial (de futebol)? por que não uma pausa, um momento de silêncio, uma trégua pela paz?” questionou, recordando que no mundo antigo essas pausas se davam para que os atletas, os artistas e suas famílias pudessem viajar com segurança e tranquilidade para participar das olimpíadas; e para que logo tivessem um retorno seguro a seus lugares de origem.

Richard Rouse, membro do Pontifício Conselho para a Cultura, disse que a iniciativa que foi lançada no perfil da rede social Facebook do dicastério vaticano, é “um chamado à paz”.

“É simplesmente o que diz ser. É uma frase singela e única: vivemos em uma era de simplicidade, não necessitamos grandes discursos para estabelecer um ponto. Só queremos paz, tão simples quanto isso”, indicou.

Sobre as razões que impulsionam esta iniciativa, Rouse disse que “todo o mundo estará atento a esta importante partida e pensamos que seria uma boa oportunidade para tomar um momento, 30 segundos ou um minuto, para recordar a todos os que estão sofrendo nas guerras a nosso redor”.

“Esta pausa poderia ser ao começo do jogo, na metade ou em qualquer momento”, afirmou, e acrescentou que “deixaremos que isso o decidam os organizadores para haja um momento para pedir pela paz em meio de tantos conflitos”.

O Pontifício Conselho para a Cultura promove esta iniciativa, também no twitter, com a hashtag #PAUSEforPeace.


Vaticano, 11 Jul. 14 - ACI/EWTN Noticias 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...