Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

“Telefonema do Vaticano” restaura a fé de uma mulher que perdeu seu filho

Stephany Nicolo é uma mulher de 58 anos cuja fé desmoronou depois da morte de seu filho e, em meio à sua dor, ligou para o Vaticano para revoltada indagar por que Deus tinha permitido aquilo; entretanto, não pensou que dias depois de deixar seu número telefônico, um representante deixaria uma mensagem de voz da parte do Papa Francisco para lhe expressar suas condolências e enviar “um grande abraço e uma bênção”.

“Isto renovou minha fé e minha crença em Deus”, expressou a mulher à cadeia Fox News. Ela disse que precisou escutar a mensagem de voz várias vezes. “Sei que meu filho está em paz”. “Obrigado Papa Francisco”, manifestou Nicolo, de Wakefield, Massachusetts, para quem agora sua fé é mais forte. “Afinal de contas, ele é o Vigário de Cristo”.  

Seu filho Eric, de 25 anos, tinha morrido repentinamente em 14 de maio de um ataque epilético. Dias depois, Stephany ligou para a Santa Sé. “Eu estava muito, muito irada e dizia ‘já não acredito em Deus’”. A mulher, que tinha visitado o Vaticano em 2007, perguntou “por que Ele levaria o meu filho?”. Stephany recorda que estava “chorando incontrolavelmente” quando deixou seu número telefônico com um representante do Vaticano. Entretanto, nunca pensou que sua ligação teria sido respondidad.

Assim, na sexta-feira passada às 6:30am, um homem com sotaque inglês que se identificou como “representante do Vaticano”, deixou uma mensagem de voz no meu telefone dizendo que o Papa lhe enviava um “grande abraço e uma bênção”.

“Trataremos falar com você outra vez”, disse o representante Vaticano no segundo 33 da mensagem.

No fundo ouvia-se uma voz de um homem já de idade. Segundo Stephany essa voz poderia ser a do Papa Francisco. Um porta-voz da Santa Sé não pôde confirmar imediatamente que a voz de fundo seja a do Papa Francisco, mas Nicolo o afirma com fé e acrescenta “Eu quero que saiba que o amo”,  e assegurou que Francisco “me ajudou muito em meu tempo de dor. Não há palavras para descrever o que esta ligação fez por mim”.


WASHINGTON DC, 04 Jul. 14 - ACI / EWTN / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...