Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco telefona para Peres e Abbas pedindo que continuem buscando a trégua na Faixa de Gaza

O Papa Francisco telefonou na manhã de hoje para os presidentes de Israel e Palestina, Shimon Peres e Mahmoud Abbas, para exortá-los a que continuem rezando e esforçando-se para conseguir que as partes envolvidas e os que têm responsabilidade política se empenhem para cessar toda hostilidade, esforçando-se por uma trégua que traga a paz na Faixa de Gaza.

“Retomando o forte apelo para continuar a rezar pela paz na Terra Santa de domingo passado, nesta manhã,  o Santo Padre Francisco telefonou pessoalmente para o presidente Shimon Peres e ao presidente  Mahmoud Abbas, compartilhando suas profundas preocupações com a atual situação de conflito que envolve, em especial, a Faixa de Gaza e que, em um clima de crescente hostilidade, ódio e sofrimento para os dois povos, está semeando numerosas vítimas e dando origem a uma situação de grave emergência humanitária”, informou o Vaticano.

“Como fez em sua recente peregrinação à Terra Santa e em ocasião da invocação pela paz, no dia 8 de junho passado, o Santo Padre assegurou sua incessante oração e a de toda a Igreja pela paz na Terra Santa.  Partilhou com os líderes, os quais considera homens de paz e que desejam a paz, a necessidade de continuar a rezar e a empenhar-se para fazer de tudo para que as partes envolvidas e os que têm responsabilidade política, em âmbito local e internacional, se empenhem para cessar toda hostilidade, esforçando-se por uma trégua, pela paz e a reconciliação dos corações”, acrescentou.

Ontem, após dez dias de bombardeios, as tropas israelenses iniciaram a sua incursão terrestre na Faixa de Gaza com o objetivo de atingir os túneis construídos pelo grupo islamita Hamas “que visam penetrar e atingir o território israelense”, conforme indicou o primeiro-ministro deste país, Benjamim Netanyahu.

Esta nova etapa ocorre logo depois da trégua de cinco horas pedida pela ONU para ingressar ajuda humanitária à população, quebrada pelo lançamento de mais mísseis por parte dos membros do Hamas.

O atual conflito desencadeou depois do sequestro seguido de assassinato de três jovens israelenses, a isso se juntou à morte de um jovem palestino, provavelmente como vingança.

Desde 2007 que a Faixa de Gaza é controlada política e militarmente pelo movimento islamita Hamas que depois de duros combates conseguiu expulsar a facção palestina opositora, Fatah, liderada por Mahmoud Abbas e que é a que atualmente governa a Cisjordânia através da Autoridade Nacional Palestina.

O grupo Hamas tem escrito em sua carta de fundação o objetivo de destruir o Estado de Israel.

Segundo o ministério da saúde de Gaza já são 237 os palestinos mortos desde que se iniciou a ofensiva israelense. Entre os falecidos há 48 crianças, 24 mulheres e uma dezena de idosos, além de 1.500 feridos
.


Sexta, 18 Jul. 14 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...