Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Papa Francisco telefona para Peres e Abbas pedindo que continuem buscando a trégua na Faixa de Gaza

O Papa Francisco telefonou na manhã de hoje para os presidentes de Israel e Palestina, Shimon Peres e Mahmoud Abbas, para exortá-los a que continuem rezando e esforçando-se para conseguir que as partes envolvidas e os que têm responsabilidade política se empenhem para cessar toda hostilidade, esforçando-se por uma trégua que traga a paz na Faixa de Gaza.

“Retomando o forte apelo para continuar a rezar pela paz na Terra Santa de domingo passado, nesta manhã,  o Santo Padre Francisco telefonou pessoalmente para o presidente Shimon Peres e ao presidente  Mahmoud Abbas, compartilhando suas profundas preocupações com a atual situação de conflito que envolve, em especial, a Faixa de Gaza e que, em um clima de crescente hostilidade, ódio e sofrimento para os dois povos, está semeando numerosas vítimas e dando origem a uma situação de grave emergência humanitária”, informou o Vaticano.

“Como fez em sua recente peregrinação à Terra Santa e em ocasião da invocação pela paz, no dia 8 de junho passado, o Santo Padre assegurou sua incessante oração e a de toda a Igreja pela paz na Terra Santa.  Partilhou com os líderes, os quais considera homens de paz e que desejam a paz, a necessidade de continuar a rezar e a empenhar-se para fazer de tudo para que as partes envolvidas e os que têm responsabilidade política, em âmbito local e internacional, se empenhem para cessar toda hostilidade, esforçando-se por uma trégua, pela paz e a reconciliação dos corações”, acrescentou.

Ontem, após dez dias de bombardeios, as tropas israelenses iniciaram a sua incursão terrestre na Faixa de Gaza com o objetivo de atingir os túneis construídos pelo grupo islamita Hamas “que visam penetrar e atingir o território israelense”, conforme indicou o primeiro-ministro deste país, Benjamim Netanyahu.

Esta nova etapa ocorre logo depois da trégua de cinco horas pedida pela ONU para ingressar ajuda humanitária à população, quebrada pelo lançamento de mais mísseis por parte dos membros do Hamas.

O atual conflito desencadeou depois do sequestro seguido de assassinato de três jovens israelenses, a isso se juntou à morte de um jovem palestino, provavelmente como vingança.

Desde 2007 que a Faixa de Gaza é controlada política e militarmente pelo movimento islamita Hamas que depois de duros combates conseguiu expulsar a facção palestina opositora, Fatah, liderada por Mahmoud Abbas e que é a que atualmente governa a Cisjordânia através da Autoridade Nacional Palestina.

O grupo Hamas tem escrito em sua carta de fundação o objetivo de destruir o Estado de Israel.

Segundo o ministério da saúde de Gaza já são 237 os palestinos mortos desde que se iniciou a ofensiva israelense. Entre os falecidos há 48 crianças, 24 mulheres e uma dezena de idosos, além de 1.500 feridos
.


Sexta, 18 Jul. 14 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...