Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Hoje (25/07) O Papa Francisco pegou a sua bandeja e almoçou junto com os funcionários do vaticano

“Chegou aqui, pegou a sua bandeja, os talheres, e entrou na fila para ser servido", relatou à Rádio Vaticano o cozinheiro do refeitório, Franco Paini, enquanto compartilhava a surpresa dos empregados do centro industrial do Vaticano quando viram o Papa Francisco junto a eles para almoçar massas, uma porção de merluza, verdura gratinada e um pouco de batata frita.

O fato foi compartilhado rapidamente nas redes sociais, pois os trabalhadores começaram a tirar fotos com o Pontífice, que conversava tranquilamente com eles.

“Na mesa, sentou-se ao lado de cinco funcionários uniformizados da Farmácia vaticana, que lhe explicaram como era o dia a dia de seu trabalho e o Bispo de Roma, falou com eles sobre as suas origens italianas. Com outros dois empregados falou de futebol e com outros de economia. Fizeram fotos de grupo, vídeos e muitos selfies com o Papa”, informou a Rádio Vaticano.
Não é a primeira vez que o Pontífice surpreende os operários do Vaticano: no verão passado, Francisco visitou os empregados da zona industrial e conversou especialmente com os carpinteiros que encontrou pelas ruas.

Também, em março de 2013, Francisco compartilhou a Missa com jardineiros e faxineiros do Vaticano. Aquela vez, a presença do Pontífice despertou o assombro dos empregados, que se maravilharam ao vê-lo sentado na última fila dos bancos, onde teve um momento de oração pessoal.

Em março de 1981, São João Paulo II também almoçou com operários de Terni, na Itália.



Sexta, 25/07/2014 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...