Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Não há evangelização forte se a família não viver sua verdade mais profunda, afirma Bispo colombiano

O Presidente da Comissão Episcopal da Família na Colômbia, Dom Paulo Emiro Salga Anteliz, assinalou que “não é possível haver uma evangelização forte e centrada se não tivermos famílias vivendo sua mais profunda verdade, porque a família é a célula da Igreja”.

O Prelado em declarações ao escritório de imprensa da Conferência Episcopal da Colômbia, depois da realização do Encontro Nacional de Delegados Diocesanos de Pastoral e Familiar e Presidentes de Movimentos relacionados com Família do 23 a 25 de junho.

O Bispo recordou que “a família tem sua própria verdade e seu caminho de encontrar a santidade. Queremos redescobrir a beleza da família”.

O prelado insistiu indicou ainda durante o evento que “nós colombianos revisamos as leis em nosso país que de algum jeito afetam a vida da família” referindo-se à adoção por parte de casais homossexuais que está para ser aprovado ou vetado pela Corte Constitucional, a mesma que no ano 2006 despenalizou o aborto no país em três condições (risco para a vida mulher, estupro e má formação fetal), após, tentar impô-lo como um “direito” das mulheres.


O Bispo disse deste modo que o próprio Papa Francisco “nos pediu que façamos uma pastoral familiar inteligente, valente e com amor. Nós abordamos este tema” porque “não poderá haver uma evangelização forte e centrada se não houver uma família centrada, vivendo sua mais profunda verdade, já que a família é a célula da Igreja”.


BOGOTÁ, 02 Jul. 14 - ACI / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...