Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O primado e o apostolo dos gentios

Queridos irmãos e irmãs, celebramos hoje a solenidade de dois grandes apóstolos, colunas da Igreja de Cristo. A Igreja teve esses dois, Pedro e Paulo, que marcaram a primeira comunidade fundada por Cristo. Eles foram e são exemplos para nós que queremos ser cristãos, seguindo os passos do Mestre. Sabemos que Pedro foi escolhido por Cristo para ser o primeiro Papa que confirma os seus companheiros na fé e Paulo, chamado tardio por Cristo ressuscitado para ser missionário Dele em toda parte do mundo, divulgando a mensagem salvadora Dele a toda humanidade.

A liturgia de hoje nos coloca dentro da importância dos dois para toda a Igreja. Vemos no livro dos Atos dos Apóstolos, Pedro preso pelas autoridades religiosas da época. Isso aconteceu para agradar os judeus e tinha uma data para morrer. O testemunho de Pedro sobre Jesus gerou oposição e perseguição. Aqui vemos a Igreja unida em oração para libertação dele na prisão. Isso é solidariedade e Deus atende e liberta Pedro de modo admirável. Nós não podemos temer os que nos perseguem por causa de Cristo e devemos estar fortalecidos na eucaristia e com Maria que sempre está ao nosso lado, encorajando-nos para Jesus Cristo. (cf. At 12,1-11)

Na segunda carta de São Paulo a Timóteo, vemos Paulo preso preste a morrer. Isso no ano de 67. Ele dá testemunho eloquente, escrevendo o seu testamento espiritual de sua vida na missão de evangelizador, pois o evangelho de Cristo foi difundido por ele a toda parte do mundo. Essa atitude dele deve ser uma mola motora de nossa ação pastoral. Nós somos chamados a ser discípulo de Cristo, sem temor e levando o evangelho de Cristo que salva a humanidade. Nós devemos dizer ao fim de nossos trabalhos cristão no mundo como Paulo mesmo disse: "Estou pronto... chegou a minha hora... combati o bom combate... terminei a corrida... conservei a fé... E agora aguardo o prêmio dos justos. O Senhor esteve comigo... a ele GLÓRIA..." Esse belo testemunho nos anima pra sermos autênticos cristãos, transformado a nossa realidade de sombra para de luz com Cristo nas nossas comunidades, na nossa família e no mundo. (cf. 2Tm 4,6-8.17-18)

No Evangelho de Mateus, vemos Cristo conferindo a PEDRO o Primado sobre a Igreja. Essa verdade é dita por Cristo como uma grande catequese da missão de Pedro no primado da Igreja e nos leva a nossa Igreja de hoje na pessoa do Papa Francisco. Jesus quer que nós sabemos quem é Ele e Pedro diz em bom tom que Ele é o Cristo, o Filho de Deus. Esta verdade que Pedro entendeu e compreendeu, deu-lhe a primazia de ser o confirmador da fé dos companheiros após a Ascensão de Cristo. Jesus não é apenas um homem bom e justo, mas é o Filho de Deus e salvador. Jesus nos mostra a importância da Igreja na fé de Pedro, pois é ela que vai ter a missão no mundo de divulgar a mensagem genuína Dele no mundo. A Igreja está fundamentada na Rocha que é Cristo e se faz presente no mundo pela fé de Pedro e de todos que  têm Nele. 

Assim foi com Pedro e os discípulos, mas somos hoje chamados  a dar continuidade da obra da Igreja, divulgando o Evangelho de Cristo por toda parte. Jesus está com ela e nada poderá detê-la. Que a Igreja seja sempre fortalecida pelos testemunhos dessas duas colunas de fé e de todos os santos e santos que não desanimaram de ser porta voz do evangelho, entregando muitas vezes as suas vidas em nome de Cristo. E nós devemos ser de Cristo com firmeza na fé e na coragem quando vier as tribulações, sofrimentos, perseguições e martírios por causa do Evangelho de Jesus. Tudo por Jesus nada sem Maria. (cf. Mt 16,13-19)


Sábado, 28/06/2014 - Jose Benedito S. Cunha / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...