Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O primado e o apostolo dos gentios

Queridos irmãos e irmãs, celebramos hoje a solenidade de dois grandes apóstolos, colunas da Igreja de Cristo. A Igreja teve esses dois, Pedro e Paulo, que marcaram a primeira comunidade fundada por Cristo. Eles foram e são exemplos para nós que queremos ser cristãos, seguindo os passos do Mestre. Sabemos que Pedro foi escolhido por Cristo para ser o primeiro Papa que confirma os seus companheiros na fé e Paulo, chamado tardio por Cristo ressuscitado para ser missionário Dele em toda parte do mundo, divulgando a mensagem salvadora Dele a toda humanidade.

A liturgia de hoje nos coloca dentro da importância dos dois para toda a Igreja. Vemos no livro dos Atos dos Apóstolos, Pedro preso pelas autoridades religiosas da época. Isso aconteceu para agradar os judeus e tinha uma data para morrer. O testemunho de Pedro sobre Jesus gerou oposição e perseguição. Aqui vemos a Igreja unida em oração para libertação dele na prisão. Isso é solidariedade e Deus atende e liberta Pedro de modo admirável. Nós não podemos temer os que nos perseguem por causa de Cristo e devemos estar fortalecidos na eucaristia e com Maria que sempre está ao nosso lado, encorajando-nos para Jesus Cristo. (cf. At 12,1-11)

Na segunda carta de São Paulo a Timóteo, vemos Paulo preso preste a morrer. Isso no ano de 67. Ele dá testemunho eloquente, escrevendo o seu testamento espiritual de sua vida na missão de evangelizador, pois o evangelho de Cristo foi difundido por ele a toda parte do mundo. Essa atitude dele deve ser uma mola motora de nossa ação pastoral. Nós somos chamados a ser discípulo de Cristo, sem temor e levando o evangelho de Cristo que salva a humanidade. Nós devemos dizer ao fim de nossos trabalhos cristão no mundo como Paulo mesmo disse: "Estou pronto... chegou a minha hora... combati o bom combate... terminei a corrida... conservei a fé... E agora aguardo o prêmio dos justos. O Senhor esteve comigo... a ele GLÓRIA..." Esse belo testemunho nos anima pra sermos autênticos cristãos, transformado a nossa realidade de sombra para de luz com Cristo nas nossas comunidades, na nossa família e no mundo. (cf. 2Tm 4,6-8.17-18)

No Evangelho de Mateus, vemos Cristo conferindo a PEDRO o Primado sobre a Igreja. Essa verdade é dita por Cristo como uma grande catequese da missão de Pedro no primado da Igreja e nos leva a nossa Igreja de hoje na pessoa do Papa Francisco. Jesus quer que nós sabemos quem é Ele e Pedro diz em bom tom que Ele é o Cristo, o Filho de Deus. Esta verdade que Pedro entendeu e compreendeu, deu-lhe a primazia de ser o confirmador da fé dos companheiros após a Ascensão de Cristo. Jesus não é apenas um homem bom e justo, mas é o Filho de Deus e salvador. Jesus nos mostra a importância da Igreja na fé de Pedro, pois é ela que vai ter a missão no mundo de divulgar a mensagem genuína Dele no mundo. A Igreja está fundamentada na Rocha que é Cristo e se faz presente no mundo pela fé de Pedro e de todos que  têm Nele. 

Assim foi com Pedro e os discípulos, mas somos hoje chamados  a dar continuidade da obra da Igreja, divulgando o Evangelho de Cristo por toda parte. Jesus está com ela e nada poderá detê-la. Que a Igreja seja sempre fortalecida pelos testemunhos dessas duas colunas de fé e de todos os santos e santos que não desanimaram de ser porta voz do evangelho, entregando muitas vezes as suas vidas em nome de Cristo. E nós devemos ser de Cristo com firmeza na fé e na coragem quando vier as tribulações, sofrimentos, perseguições e martírios por causa do Evangelho de Jesus. Tudo por Jesus nada sem Maria. (cf. Mt 16,13-19)


Sábado, 28/06/2014 - Jose Benedito S. Cunha / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...