Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Não tenhais medo daqueles que matam o corpo

Evangelho do dia 22/06/2014 -  Mt 10,26-33

Naquele tempo, disse Jesus a seus apóstolos: Não tenhais medo dos homens, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados!
Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai.

Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais. Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus. 

- Palavra da Salvação.
- Gloria a voz Senhor.


Comentário do Evangelho

Quem se declarar por mim... (Mt 10,26-33)

O cristão é aquele que se declarou por Cristo. Fez uma escolha e, livremente, optou pelo Crucificado. A prova real da fé aí está. Ouçamos a reflexão de São Gregório Palamas [Séc. XIV]:

“Deus não faz acepção de pessoas. No entanto, somente em seus santos ele faz maravilhas. Do alto, o sol espalha seus raios sobre todos, com igual abundância; entretanto, só podem vê-lo aqueles que têm olhos e não os mantêm fechados. Estes gozam da pureza da luz com o olhar puro de seus olhos.

Assim Deus dá a todos, do alto dos céus, as riquezas de sua graça. Ele mesmo é a fonte de salvação e de luz da qual fluem eternamente a misericórdia e a bondade. E não são todos os homens, sem distinção alguma, que põem a render sua força e sua graça para o exercício perfeito da virtude e a realização de maravilhas, mas só aqueles que puseram em prática as suas resoluções e provaram por seus atos o seu apego a Deus e sua fé; aqueles que se afastaram completamente do mal aderem firmemente aos mandamentos de Deus e fixam o olhar de seu espírito sobre Cristo, Sol da justiça.

Àqueles que combatem, Cristo oferece dos céus não apenas o socorro de seu braço, mas exorta-os por estas palavras do Evangelho: ‘Todo aquele que se declarar por mim diante dos homens, por minha vez eu me declararei por eles diante de meu Pai que está nos céus’.

Vejam que não podemos proclamar nossa fé e declarar-nos publicamente por Cristo se dele não recebemos força e assistência. E, por sua vez, nosso Senhor Jesus Cristo não nos apresentará a seu Pai Altíssimo, para nos unir a ele, se não encontrou em nós a ocasião.

Na qualidade de servidor de Deus, cada um dentre os santos se declara por Cristo nesta vida passageira e diante dos homens mortais. Ele o faz num breve lapso de tempo e na presença de reduzido número de homens. Já nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus e Senhor do céu e da terra, se declarará por nós no mundo da eternidade, diante de Deus, seu Pai, cercado de anjos e arcanjos e todas as potências do céu, na presença de todos os homens, desde Adão até o fim dos séculos.

Todos ressuscitarão e comparecerão perante o tribunal de Cristo. Então, em presença de todos, à vista de todos, ele fará conhecer, glorificará e coroará aqueles que, até o fim, provaram-lhe sua fé.”

Orai sem cessar: “Declararei vosso nome aos meus irmãos!” (Sl 23,22)


Comentário de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...