Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Idoso com Alzheimer se perde e é encontrado procurando flores para a sua esposa

Melvyn Amrine está casado há mais de 60 anos, e foi diagnosticado com Alzheimer –uma doença degenerativa que acaba com a memória– há três anos,  por isso, já não se lembra bem de muitos detalhes do início do seu casamento, porém, não pôde esquecer que no dia das mães, tem que comprar flores para a sua esposa Doris.

“É especial”, diz Doris, pois “apesar da mente não se lembrar de tudo, o coração lembra”, assegurou Doris, em uma reportagem realizada pela rede americana CBS.

Neste ano, um dia antes do dia das mães, Melvyn desapareceu e a sua família chamou a polícia para poder encontrá-lo rapidamente.

As autoridades o encontraram a cerca de três quilômetros de sua casa e, descobriram que estava decidido a cumprir com uma missão muito particular: comprar as flores para a sua esposa, pois sabia que no dia seguinte era o Dia das Mães.

O sargento Brian Grigsby, que junto com o agente Troy Dillard descobriu o paradeiro de Melvyn, indicou que “ele era muito firme” em sua decisão de não voltar para casa até ter comprado as flores.

“Ele não ia voltar para casa até comprar essas flores. Isso é o que ele queria. Queria as flores para a sua esposa, porque amanhã era o dia das mães”, disse o sargento Grisby.

Grisby assinalou que “tínhamos que conseguir essas flores. Tínhamos que consegui-las. Não tínhamos outra opção”.

Por isso, os policiais acompanharam Melvyn a comprar as flores, e inclusive Grisby, pagou parte do custo.

Por sua parte, Doris, ficou alegre por recuperar o seu marido, e também comovida pelo seu presente.

“Quando ele veio, e vi essas rosas e o sorriso no seu rosto, simplesmente me quebrei por dentro. Simplesmente disse, ‘obrigada, obrigada’, porque vi o seu coração”, assegurou Doris.



WASHINGTON DC, 05 Jun. 14 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...