Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O Papa Francisco destaca a coragem e a esperança dos cristãos da Terra Santa

Durante a Audiência Geral, o Papa Francisco falou sobre a sua recente peregrinação à Terra Santa, onde foi para confirmar na fé às comunidades cristãs e levar para elas uma palavra de esperança, mas, afirmou, “‘também a recebi!’ dos irmãos e irmãs que esperam ‘contra toda esperança’ através de tantos sofrimentos”.

“Esta peregrinação à Terra Santa foi também a ocasião para confirmar na fé as comunidades cristãs, que sofrem tanto, e exprimir a gratidão de toda a Igreja pela presença dos cristãos naquela região e em todo o Oriente Médio”, afirmou o Papa aos milhares de fiéis reunidos na Praça de São Pedro.

Francisco assinalou que “estes nossos irmãos são corajosas testemunhas de esperança e de caridade, ‘sal e luz’ naquela Terra. Com suas vidas de fé e de oração e com a apreciada atividade educativa e assistencial, eles trabalham em favor da reconciliação e do perdão, contribuindo para o bem comum da sociedade”.

“Com esta peregrinação, que foi uma verdadeira graça de Deus, quis levar uma palavra de esperança, mas também a recebi! Eu a recebi de irmãos e irmãs que esperam ‘contra toda esperança’, através de tantos sofrimentos”.

Entre estes sofrimentos, assinalou, está “o daqueles que fugiram do próprio país por causa dos conflitos”, ou daqueles que em diversas partes do mundo “são discriminados e desprezados por causa de sua fé em Cristo”.

“Rezemos por eles e pela paz na Terra Santa e em todo o Oriente Médio”, exortou o Papa, em cuja audiência agradeceu a acolhida que a Jordânia dá aos refugiados, assim como seu encontro com Bartolomeu I e o convite aos presidentes de Israel e Palestina, Shimon Peres e Mahmoud Abbas, para rezar pela paz.

“Convido vocês agora a rezarem juntos, a rezarem juntos à Nossa Senhora, Rainha da paz, Rainha da unidade entre os cristãos, a Mãe de todos os cristãos: que ela nos dê a paz, a todo o mundo, e que ela nos acompanhe neste caminho de unidade”, expressou.



Vaticano, 28 Mai. 14 - ACI/EWTN Noticias / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...