Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Jesus vivo está perto de nós, precisamos reconhecê-Lo

Queridos irmãos e irmãs, estamos no terceiro domingo da Pascoa, Jesus esta vivo e está no meio de nós, mas precisamos reconhecê-Lo. O que nos impede de ver Jesus? Nós podemos explicar isso, pois o medo, a ignorância, a falta de amor, de partilha, de solidariedade e de ser fraternos, fazem com que não vejamos Jesus. Essas coisas que estão em nós devem ser extirpados, pois eles nos cegam e não nos deixam ver Jesus no pobre, no doente, nas crianças, nos idosos, em fim em todos que caminham conosco nesta vida. Jesus, realmente estava e acompanha a cada um de nós e nos ajuda sempre a descobrir a sua presença através da sua palavra, na liturgia eucarística e da vida com os nossos irmãos e irmãs de caminhada.

No livro dos Atos dos Apóstolos , encontramos a comunidade cristã, que é transformada pelo Espirito Santo, pois ela sai da  segurança do cenáculo para ir a missão, evangelizando e proclamando que o Senhor Jesus está vivo e no meio de nós. Agora sai para testemunhar Jesus em todos os cantos terra sem medo, pois o Ressuscitado é que da força a todos. O importante é pregar e viver a Palavra de Deus com autenticidade.(cf. At 2,14.22-33)

A primeira carta de Pedro, nos dá garantia que Cristo vivo está sempre perto de nós, pois Ele nos liberta de todas as amarras do pecado que nos deixam escravos. Jesus quer cada um de nós livre para amá-Lo no serviço aos que mais precisam de nossa ajuda. O importante é ter bem claro em nossa ação pastoral para construir uma sociedade mais justa e fraterna com todos. L (cf.1Pd 1,17-21)

O evangelho de Lucas, nós deparamos com peregrino que encontra os discípulos de Emaus, pois eles estão fugindo da realidade hostil da sexta-feira santa, mas o Cristo está vivo e caminha com eles. O peregrino vai ensinando as verdades dos fatos ocorridos que tinham um proposito, pois quando não temos a clareza de Deus, o mal aparente parece que venceu através das atitudes hostis, do julgamento para não perder o poder e da condenação da morte de um inocente.

A morte de Jesus os tornou desanimados e tristes, decepcionados e frustrados e por causa do ocorrido, eles preferem abandonar a comunidade e volta para suas casas, achando que lá é lugar que se encontra a segurança e a paz. Eles tinham uma ideia errônea de Cristo, pois acreditavam que o messias seria um Rei poderoso, um vitorioso e a realidade que eles viram foi um condenado na cruz e sem vida.

N caminho deles, surge o Peregrino que começa o dialogo com eles e pergunta por que tanta tristeza. Eles ficam surpresos com a pergunta e falam para aquele homem: você parece que é o único que não sabe o que correu em Jerusalém, pois os poderosos mataram Jesus, que para nós parecia um profeta, aquele que ia de vir. Ele fez muitos prodígios e bem as pessoas. Mas, acabou morrendo na cruz.

Então, Jesus os ensina que tudo tinha um proposito e os explicava, mostrando os ensinamentos sobre este homem nas passagens da escritura que fala sobre ele. Então o coração deles já começou arder, pois o Peregrino(o Cristo) estava ali. Então, Ele insinuou que ia embora quando eles já estavam próximo da casa deles, então eles pediram: - fica conosco Senhor, pois já é tarde e a noite está chegando. Ele entra e senta à mesa para cear com eles, quando Jesus abençoa o pão e o reparte entres eles, os discípulos reconhecem Nele o ressuscitado, mas Jesus desaparece. A alegria acontece em seus corações e eles imediatamente voltam a Jerusalém para os seus  irmãos de comunidade e contam o que aconteceu no caminho de Emaus e o reconhecimento de Jesus no partir do pão.

Queridos irmãos e irmãs, nós vamos ver Jesus no partir e repartir o pão entre nós e com todos que precisam, pois a Igreja é do pão da Palavra e da eucaristia repartido entre todos que nos impulsionam para evangelizar e anunciar o amor de Cristo por nós. Ele trouxe a verdadeira libertação que nos ajuda a fazer boas obras em todos os lugares. Amém  (cf. Lc 24,13-35)


Segunda, 05/05/2014 - Bacharel em teologia Jose Benedito Schumann Cunha
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...