Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

COMEÇOU O TRÍDUO PASCAL

Dentro da Semana Santa que recorda a última semana de vida terrestre de Cristo, iniciamos o chamado Tríduo Pascal quando temos as celebrações mais importantes. Ontem, fizemos memória a última ceia, quando Jesus tomou o pão e o vinho e disse que eram seu corpo e sangue, criando assim o sacramento da Eucaristia; falando "fazei isso em memória de mim" pediu que repetíssemos esta ceia, aquilo que fazemos na missa; ao mesmo tempo instituiu o sacerdócio como ministros destinados para fazerem a memória dessa ceia. Como tudo na fé deve ser feito com humildade, Jesus lava os pés dos seus apóstolos que era um trabalho dos escravos.

Em nossa Igreja Matriz de Sant'Ana de Gravatá as atividades são intensa. Ontem pela manhã com todos os padres da diocese estivemos  com o Bispo em Caruaru celebrando o dom do sacerdócio. A noite tivemos a Solene Celebração da Eucaristia quando repetimos o gesto de Jesus lavando os pés de 12 pessoas, escolhidas da nossa Pastoral dos Surdos. Logo depois, às 20h saímos da Igreja Matriz em caminhada chamada de Procissão do Fogaréu, levamos tochas nas mãos recordamos aqueles que saíram para prender Jesus, em meio a cânticos seguimos ao Pátio de Eventos aonde num grande momento de oração participamos da apresentação da Paixão de Cristo.


O Editor: Gostaria que a ressurreição na encenação da Paixão de Cristo, não fosse vista como um final feliz para uma bela historia, mais a certeza do poder de Deus e seu grande amor pela humanidade.   

Sexta, 18/04/2014 - Pe. João  Paulo ( por E-mail ) / Paulo Alves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...