Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Arquidiocese do Rio de Janeiro emite nota sobre ocupação da Catedral

A arquidiocese do Rio de Janeiro emitiu na quarta-feira, dia 23, uma segunda nota sobre a ocupação da Catedral de São Sebastião pelos desabrigados do terreno da Oi/Telerj. Na sexta-feira, dia 18, foi publicado um texto em que a Cúria ofereceu-se para mediar uma solução, ainda que parcial. O novo comunicado afirma que representantes da arquidiocese nunca fixaram data para retirada dos manifestantes. "Ao contrário do que erroneamente se divulgou, não houve, em momento algum, por parte da Igreja manifestação no sentido de retirada dos ocupantes", diz o texto.

Confira a nota na íntegra:

A Arquidiocese do Rio de Janeiro vem atualizar as informações relativas à ocupação da Catedral de São Sebastião pelo grupo OI/Telerj.

Desde o primeiro momento, a Arquidiocese do Rio tem prestado assistência aos efetivamente necessitados. Ao mesmo tempo, permanece em contínua mediação entre os necessitados e os poderes públicos, desejando uma solução definitiva para esta e para as demais questões ligadas à moradia.

Considerando que as primeiras negociações, ainda na sexta-feira, dia 18, não surtiram efeito, a Arquidiocese, nos termos da condição apresentada pelos ocupantes, condição essa divulgada pela imprensa, mediou o encaminhamento dos mesmos para um abrigo especial da Prefeitura, com a presença ininterrupta de diversas instituições da Igreja.

À diferença da primeira proposta, todos os ocupantes seriam, nesta segunda possibilidade, conduzidos a um único local, nos termos da solicitação dos ocupantes. A permanência no abrigo se daria até que uma solução definitiva viesse a ser encontrada. Esta segunda proposta, entretanto, não foi, na manhã de hoje, aceita pelos ocupantes, que solicitaram permanecer na Catedral ainda por algum tempo.

Diante desse novo fato, a Arquidiocese do Rio de Janeiro continua acompanhando as famílias que se encontram na Catedral, prestando-lhes apoio espiritual e humano. Ao contrário do que erroneamente se divulgou, não houve, em momento algum, por parte da Igreja manifestação no sentido de retirada dos ocupantes.


Rio de Janeiro, 23 de abril de 2014.
Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro


Sexta, 25/04/2014 - CNBB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...