Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Sacerdote amigo do Papa Francisco foi agredido na Argentina

O Pe. Carlos Accaputo, responsável pela Pastoral Social de Buenos Aires e amigo próximo do Papa Francisco, foi fortemente agredido durante um roubo ocorrido no sábado na capital argentina.

"A violência e a barbárie dos delinquentes não respeita a nada nem ninguém. O rosto do Pe. Accaputo assim o demonstra", tweeteou ontem à noite o vice-presidente 1° da Legislatura portenha, o deputado Cristian Ritondo.

O jornal Clarín indicou que o assalto ocorreu no sábado passado, enquanto o sacerdote saía de sua casa, os assaltantes o abordaram e o agrediram.

Na terça-feira, o Pe. Accaputo participou de uma conferência organizada no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires (UBA) para refletir sobre o primeiro aniversário do Pontificado de Francisco. O sacerdote apareceu com um curativo no nariz. A imagem foi difundida também por Ritondo.



BUENOS AIRES, 26 Mar. 14 - ACI
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...