Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Comissão pela Reforma Política discute Plano de Mobilização

Membros da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas reuniu-se nesta quarta, 26, no auditório 10 das Comissões da Câmara dos Deputados. No encontro, foi abordados assuntos como o Plano de Mobilização em apoio ao Projeto de Lei n. 6.316/13 da Reforma Política Democrática e Eleições Limpas e a Formação da Coalização Parlamentar pela Reforma Política Democrática.
 Esteve presente na reunião o bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da CNBB, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, diretores da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Política Brasileiro e demais entidades.

Projeto de Lei 6316/13
Construído em conjunto pela CNBB, OAB e demais entidades que integram a Coalizão Democrática, o Projeto de Lei 6. 316/13 trata da proibição de doações de recursos financeiros por empresas para financiar campanhas eleitorais; da mudança no sistema de votação, sendo feito em dois turnos, no qual, no primeiro, o eleitor votaria em um programa, em ideias e, no segundo turno, escolheria as pessoas que irão colocar em prática o projeto; da equiparação entre o número de homens e mulheres no meio político, sendo que para cada candidato homem, teria uma mulher; e da regulamentação do artigo 14 da Constituição de 1988, sobre os instrumentos de participação popular.
O projeto de reforma política deve ser proposto como uma lei de iniciativa popular. Por isso, a coalizão tem o objetivo de colher mais de 1,5 milhão de assinaturas, para que o texto seja recebido pelo Congresso Nacional.

Coalização Parlamentar pela Reforma Política Democrática
No dia 12 de março, a Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas recebeu, na sede da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), em Brasília, 15 parlamentares, entre senadores e deputados federais, que manifestaram apoio às ações de mobilização do grupo. Na ocasião, dom Joaquim Mol explicou a relevância da participação desses parlamentares na iniciativa. “É muito importante que essas pessoas, de fato, nos apoiem nesse projeto até para que, dentro do próprio Congresso Nacional, que terá que discutir e votar esta matéria, haja um ambiente preparado para isso”, disse.


Quarta, 26/03/2014 - CNBB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...