Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

O que é a 'Ajuda à Igreja que Sofre'?

Fundada em 1947, pelo Padre Werenfried van Straaten, a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) - Kirche in Not, em alemão - é uma Fundação Pontifícia que tem por missão apoiar projetos de cunho pastoral em países onde a Igreja Católica está em dificuldades, quer por perseguição religiosa, por causa de guerras e revoluções, quer pela miséria. Nas palavras de seu fundador, a missão da AIS é "enxugar as lágrimas de Cristo onde quer que Ele chore".

Através da oração, da informação e da ajuda financeira, a AIS atende pedidos de socorro do mundo todo, onde os cristãos sofrem perseguição ou onde a Igreja não tem como se manter. Milhares são perseguidos por causa da fé, mas milhares também estão em risco de perder esta mesma fé, simplesmente porque a miséria ronda as suas vidas. Perceber as necessidades e repará-las é o que faz a Ajuda à Igreja que Sofre.
Atualmente, a AIS apoia, por ano, mais de 5.000 projetos em mais de 140 países em todo o mundo, sendo aproximadamente 400 deles somente no Brasil. Entre seus números estão o auxílio a padres, religiosas e seminaristas; doação de bíblias para as crianças e YouCat aos jovens; construção e reconstrução de igrejas, capelas, etc; locomoção e transporte para missionários e muitos outros projetos.
No Brasil, a Ajuda à Igreja que Sofre está presente apoiando projetos da Igreja desde 1979, quando enviou 300 caminhões para os missionários da região amazônica. Desde então, milhares de projetos vitais se tornaram realidade. Hoje, A AIS conta com um escritório em São Paulo e outro no Rio de Janeiro para manter contato com seus benfeitores e continuar ajudando a Igreja no Brasil que, ainda hoje, sofre.
Sediada no Vaticano e com escritório em 17 países, o trabalho correto e eficaz da AIS é zelado pela Santa Sé e auditado pela internacional e independente KPMG.
As necessidades da Igreja são inúmeras no mundo inteiro. Cada pedido de projeto feito à AIS pela Igreja é como uma carta do Cristo que sofre e, por isso, precisa de ajuda. O amor dos benfeitores é o que permite à AIS Brasil atender às necessidades deste Cristo sofredor.
Que este amor jamais cesse!


Sábado,  08/02/2014 - AIS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...