Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Católicos rezarão o terço pedindo pela paz na Venezuela

Várias paróquias no estado de Táchira (Venezuela) organizaram diversas iniciativas de oração, como a oração do terço, pedindo a Deus pela paz no país.

O estado de Táchira, um dos primeiros focos das manifestações pacíficas de estudantes, foi fortemente militarizado pelo governo de Nicolás Maduro, como parte de sua violenta repressão em todo o país. A imprensa local informou na semana passada que chegaram aviões de guerra para a frota militar da cidade de São Cristóbal.

Também se informou a chegada de mais de 600 militares em paraquedas e na noite de 20 de fevereiro simpatizantes do governo dispararam com armas automáticas contra as pessoas que manifestavam pacificamente nas ruas. Em São Cristóbal, os cidadãos recolheram balas de 40 e 9 milímetros.

A cidade também foi privada do acesso à internet, a única fonte que têm os venezuelanos para acessar a informação não manipulada pelo governo e para denunciar a violenta repressão que sofrem os cidadãos.

O Bispo de São Cristóbal, Dom Mario Moronta, pediu através das redes sociais que “em cada lar da Venezuela rezemos o santo terço pedindo pela paz e pela concórdia”.

Diversas paróquias nesta diocese organizaram encontros de oração pela paz e pela vida, e a paróquia Universitária celebrou uma Missa pela Justiça e pela Paz neste domingo.

Recentemente, Dom Moronta assegurou “que os sacerdotes e agentes de pastoral estamos obrigados a promover a paz e a fraternidade tanto com a nossa pregação como com todas aquelas ações que nascem do compromisso evangelizador de edificar a concórdia entre todos os irmãos”.

Conforme anunciou em um comunicado, a Diocese de São Cristóbal anunciará nos próximos dias uma grande atividade religiosa, para o encontro, a reconciliação e a paz em Táchira.


CARACAS, 24 Fev. 14 - ACI
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...