Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Bento XVI não tem “ciúme” da popularidade do Papa Francisco, garante secretário pessoal

O secretário pessoal do Supremo Pontífice Emérito Bento XVI, o Arcebispo Georg Gänswein, assegurou que Joseph Ratzinger não está "ciumento" pela popularidade do Papa Francisco e ressaltou que tem "grande estima" e uma relação cada vez mais próxima com o Papa Francisco graças à comunicação regular entre ambos.

Dom Gänswein também assegurou em uma entrevista ao jornal norte-americano The Washington Post, que Bento XVI não busca influenciar as decisões do Papa Francisco e explica que o gesto de aparecer na cerimônia de criação de cardeais no sábado passada não deve ser entendido como uma volta de Bento XVI à vida pública.

Pelo contrário, acrescenta o prelado, Joseph Ratzinger foi ao evento por convite do Papa Francisco e precisa que é de esperar-se que isto não se converta em um hábito.

"O Papa Bento pensou muito sobre o convite, e, finalmente, aceitou. Mas isto não significa, por dizê-lo assim, que ele tenha voltado ao cenário público".

O secretário também afirmou que não sabia "se o Papa Francisco pediu conselho" a Bento XVI sobre a eleição dos novos cardeais e sublinha: "Não sei, mas acredito que não".

Finalmente Dom Gänswein explicitou ao Post que "o Governo (da Igreja) é uma coisa e o contato (com o Papa Francisco) é outra", insistindo que o Bispo Emérito de Roma, Bento XVI, não tem exercido função alguma relacionado ao pontificado.


Roma, 27 Fev. 14 - ACI/Europa Press 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...