Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2018

“Queridos filhos,

Através do Grande Amor do PAI CELESTIAL, EU estou com vocês como sua MÃE e vocês estão comigo como MEUS filhos, como Apóstolos do Meu Amor que sem cessar, reúnem-se em torno de MIM.

Filhos MEUS, vocês são aqueles que, como a oração, devem abandonar-se totalmente ao MEU FILHO, a fim de que não sejam mais vocês a viverem, mas o MEU FILHO em vocês; de modo que todos aqueles que não O conheçam, O vejam em vocês e desejem conhecê-lo.

Rezem para que eles vejam em vocês uma humildade decidida e bondade, disponibilidade a servir os outros; que vejam que vocês vivem a sua vocação no mundo com o coração, em comunhão com o MEU FILHO. Que eles vejam em vocês mansidão, ternura e amor ao MEU FILHO, como também aos seus irmãos e irmãs. Apóstolos do MEU AMOR, vocês devem rezar muito e purificar os seus corações de odo que sejam vocês os primeiros a caminhar no caminho do MEU FILHO de modo que sejam vocês os justos unidos pela JUSTIÇA do MEU FILHO.

Filhos MEUS, como MEUS Apóstolos vocês devem estar unidos na comunhão que flui do MEU FILHO, a fim de que os MEUS filhos que não conhecem o MEU FILHO reconheçam uma comunhão de amor e desejem caminhar no caminho da vida, no caminho da unidade com o MEU FILHO.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Popularidade da Papa Francisco não é uma estratégia planejada, afirma Pe. Lombardi

 O diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, recebeu na Espanha o prêmio outorgado pela Radiotelevisión Diocesana de Toledo, ocasião na qual assinalou que o “extraordinário interesse” que existe pelas Missas que a Papa Francisco celebradas na Casa Santa Marta, faz que suas homilias sejam traduzidas a 40 idiomas, destacando ainda que a popularidade do Pontífice não é uma estratégia do Vaticano.

O Papa Francisco tem "um extraordinário carisma de comunicação que compensa amplamente o conhecimento limitado de idiomas", pois apenas domina o italiano e o espanhol, indicou o sacerdote durante a conferência realizada no Instituto Teológico de São Ildefonso de Toledo sob o título “Reflexões e experiências sobre a comunicação de três Papas”.

Sobre o Beato João Paulo II, o Pe. Lombardi destacou seu "amor pela verdade e não esconder-se de nada e de ninguém”. Sobre Bento XVI ressaltou seu "pensamento ordenado e conciso" e, sobre o Papa Francisco, assinalou seu grande carisma de comunicador e sua proximidade  humana "franca e valente".

O porta-voz assinalou também que o crescente interesse que o Papa suscita não é fruto de uma nova estratégia de comunicação iniciada pelo Vaticano. "Posso assegurar-lhes que em comparação com o Pontificado anterior não foi iniciada no Vaticano uma nova estratégia de comunicação no sentido de um estudo prévio das atividades, discursos ou gestos da Papa com o fim de chamar a atenção dos presentes e ter êxito. Não há uma nova estratégia planejada em um escritório", expressou.

Conforme explicou, o interesse que despertou Francisco pode dever-se a que ele "atua com um enfoque pastoral e uma linguagem muito concreta, que é facilmente compreensível e acolhida pelas pessoas".

O Pe. Lombardi reconheceu que a relação da imprensa com o Bento XVI "foi mais difícil", mas apesar das dificuldades destacou que Bento sempre respondeu "com grande nobreza intelectual", que "nunca descartou nenhuma pergunta difícil" e com uma "enorme capacidade de expressar seu pensamento límpido, de uma maneira clara, ordenada e concisa, sem inseguranças", o convertia em "um professor da comunicação".

Falando um pouco mais sobre o Papa Francisco, o Pe. Federico Lombardi elogiou a "proximidade humana, direta, franca e valente", refletida nos "abraços e beijos que generosamente prodigaliza". Entretanto, recordou a "grande preocupação" que teve quando soube que o novo Pontífice falava apenas espanhol e italiano. "Seus predecessores eram grandes poliglotas", mas, logo se deu conta de que o Papa Francisco “não tinha intenção de multiplicar as saudações em diferentes idiomas nem nas reuniões internacionais, como a primeira audiência com os jornalistas depois de sua eleição".

“As multidões vêm a Roma mais que antes, e o interesse pela Papa é muito alto em todas as partes do mundo", assinalou o porta-voz vaticano.

Por isso destacou que o Papa Francisco tenha "um extraordinário carisma de comunicação que compensa vastamente o conhecimento limitado de idiomas", e revelou um "extraordinário interesse" pelas homilias do atual Papa na missa diária matutina na capela da casa Santa Marta que chegam a ser traduzidas a 40 idiomas.

TOLEDO, 29 Jan. 14 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...