Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

PIRANHAS - AL, Você precisa conhecer !!!

 A cidade de Piranhas, encravada no alto sertão alagoano, é um paraíso às margens do Rio São Francisco. Distante 290km de Maceió, a cidade nem sempre teve esse nome.

Fundada no século XVIII, a região era conhecida como Tapera até o dia em que um homem pescou uma piranha em um riacho; a partir de então, a pequena vila passou a ser conhecida como Porto da Piranha. Tapera, com o tempo, virou povoado e o grande movimento portuário fê-la ser cidade.

 Por ser uma das cidades mais antigas de Alagoas, Piranhas era parada obrigatória para quem vinha dos sertões de Pernambuco e regiões ribeirinhas do São Francisco, além do fato de ser o último trecho navegável do baixo São Francisco.

O povoado teve grande impulso a partir de 1867 - com a navegação a vapor - e foi consolidado com a construção da estrada de ferro que ligava Piranhas a Penedo.

O município, com suas ruas estreitas e muitos casarões coloniais, foi visitado por Dom Pedro II e ficou muito conhecido por ter sido um dos locais invadidos pelo bando de Lampião, além de ter sido o palco de sua derrota, o lugar para onde foram levadas as cabeças degoladas dos cangaceiros depois de mortos pela polícia volante de Pernambuco.

A padroeira de Piranhas é Nossa Senhora da Saúde. Como em todo o sertão, a religiosidade é muito respeitada e Nossa Senhora da Saúde é o elo entre os piranhenses ausentes (os piranhenses que não moram mais na cidade) e a cidade, uma vez que na festa da padroeira todos se reencontram. Esta festa, uma das mais importantes da região, se estende pela semana (24/01 a 02/02) com comemorações diárias: noite dos vaqueiros, noite dos motoristas, noite dos piranhenses ausentes etc. Além dela, destaque também para as festas juninas e carnaval.

O folclore de Piranhas é muito rico, destacando-se o Pastoril, o Reisado, a Corrida de Argola, a Corrida de Mourão e a Quadrilha e seu artesanato típico tem como pontos altos os trabalhos em filé, bordados de rendendê, ponto de cruz, vagonite e boa-noite, além de artefatos de palha, couro, madeira e cerâmica.

O município investe maciçamente em suas belezas naturais, próprias para a prática de ecoturismo e na riqueza cultural de sua história repleta de lendas do sertão. Há muitas atrações turísticas a serem visitadas em Piranhas:
  
Usina Hidrelétrica de Xingó - implantada pela Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco) para atender à demanda energética do Nordeste. Localiza-se no Rio São Francisco, entre as cidades de Canindé do São Francisco (SE) e Piranhas (AL) e é a segunda maior e a mais moderna hidrelétrica do Brasil, conhecida internacionalmente por sua força e imponência. Com o represamento das águas do rio surgiu um cenário de beleza incontestável, o "Lago de Xingó", que permitiu a navegação, revelando todo o esplendor que a região possui, surgindo em meio ao sertão como um oásis de fauna, flora e águas inesquecíveis. Ainda em Xingó, o turista pode desfrutar dos serviços oferecidos pelo Centro de Visitantes da Unidade Xingó, com sala equipada para projeções e guias treinados que acompanham os visitantes em grupos à hidrelétrica.

Estação Ferroviária de Piranhas - Construída em estilo barroco, foi concluída em 1879. Hoje abriga num pequeno trecho do pavimento térreo, o Museu do Sertão, inaugurado em 1982. Seu acervo é constituído por mais de 100 peças, onde a maioria representa aspectos da memória regional e do cotidiano do sertanejo, sendo composto basicamente por artigos de uso do vaqueiro: pele e couro de animais, objetos de uso doméstico, artigos de pesca e objetos referentes ao Ciclo do Cangaço

Coito de Corisco - O local tem grande significado para a História do Cangaço: foi o esconderijo em que Lampião reuniu seu bando, quando estava disposto a deixar o cangaço. Acabou caindo numa emboscada em Angicos-SE, onde pretendia passar o comando do bando para Corisco. 

Prainha de Piranhas (praia fluvial) - possui uma extensão de, aproximadamente, 150 metros. Apresenta relevo ondulado, areia fina de cor dourada e vegetação de coqueiros. É propícia para banho próximo à margem. Deve-se ter cautela com a profundidade que chega a atingir, em certos trechos, até 74 metros.

MAX - Museu Arqueológico de Xingó - Inaugurado em 25 de abril de 2000, o museu conta com um acervo arqueológico de 55 mil peças, esqueletos humanos, utensílios e registros gráficos, referentes aos aspectos da cultura do homem que, como revelaram as pesquisas, já se encontrava na região há pelo menos 9 mil anos. O museu tem nove salas para exposições, auditório e loja. No anexo, funciona um completo laboratório de pesquisas arqueológicas.

Mirante da Passagem do Século - Situado em frente à antiga estação de Piranhas, é um obelisco da virada do século XIX para o século XX. Com cerca de 8m de altura, é um símbolo da fraternidade entre gerações e oferece uma vista privilegiada do Sítio Histórico. Acesso por escadaria com mais de 300 degraus. 

Na realidade, a natureza dotou Piranhas de encantos raros, graças ao Rio São Francisco, em cujas águas esverdeadas, catamarãs e canoas à vela deslizam, permitindo uma visita a pequenos lugarejos. 

Eu estive lá  !!!

Paulo Alves, 28/01/2014  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...