Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/04/2018

“Queridos filhos,

Através do Grande Amor do PAI CELESTIAL, EU estou com vocês como sua MÃE e vocês estão comigo como MEUS filhos, como Apóstolos do Meu Amor que sem cessar, reúnem-se em torno de MIM.

Filhos MEUS, vocês são aqueles que, como a oração, devem abandonar-se totalmente ao MEU FILHO, a fim de que não sejam mais vocês a viverem, mas o MEU FILHO em vocês; de modo que todos aqueles que não O conheçam, O vejam em vocês e desejem conhecê-lo.

Rezem para que eles vejam em vocês uma humildade decidida e bondade, disponibilidade a servir os outros; que vejam que vocês vivem a sua vocação no mundo com o coração, em comunhão com o MEU FILHO. Que eles vejam em vocês mansidão, ternura e amor ao MEU FILHO, como também aos seus irmãos e irmãs. Apóstolos do MEU AMOR, vocês devem rezar muito e purificar os seus corações de odo que sejam vocês os primeiros a caminhar no caminho do MEU FILHO de modo que sejam vocês os justos unidos pela JUSTIÇA do MEU FILHO.

Filhos MEUS, como MEUS Apóstolos vocês devem estar unidos na comunhão que flui do MEU FILHO, a fim de que os MEUS filhos que não conhecem o MEU FILHO reconheçam uma comunhão de amor e desejem caminhar no caminho da vida, no caminho da unidade com o MEU FILHO.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Bispo e Gendarmaria do Vaticano evitam suicídio de mulher italiana

 A oportuna reação do Bispo de Grosseto (Itália), Dom Rodolfo Cetoloni, e a intervenção da Gendarmaria do Vaticano, salvaram a vida de uma mulher de 56 anos de idade que ameaçava suicidar-se.

Fontes da Diocese de Grosseto confirmaram que na quinta-feira passada, a mulher –cuja identidade se mantém em reserva– entrou em contato com Dom Cetoloni através do telefone, para confessar-lhe entre lágrimas suas intenções de tirar-se a vida.

Conforme informou o jornal italiano Il Tirreno em 18 de janeiro, a mulher viajava de Scarlino –um povoado de uns quatro mil habitantes da província de Grosseto, em Toscana–, com destino a Roma para suicidar-se no Vaticano.

Depois da ligação, Dom Cetoloni entrou imediatamente em contato com a Gendarmaria do Vaticano, que em colaboração com a Delegacia de Polícia de Grosseto, arquitetaram um plano de atuação para frear a potencial suicida.

A polícia rastreou os sinais que emitia o telefone celular da mulher e puderam achá-la e socorrê-la quando chegava a Roma.


ROMA, 22 Jan. 14 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...