Mensagem de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 25 de Setembro de 2014 pela Vidente Pavlovic-Lunetti

Queridos filhos! Também hoje, EU os chamo para serem como as estrelas, que pela sua luz dão luz e beleza aos outros, assim eles podem regojizarem. Filhinhos, sejam vocês também a luz, a beleza, a alegria e a paz – e especialmente a oração – para todos aqueles que estão longe do Meu Amor e do AMOR do MEU FILHO Jesus. Filhinhos, testemunhem a sua fé e a oração com alegria, na alegria da fé que está em seus corações, e rezem pela paz que é um dom precioso de DEUS. Obrigada por terem respondido ao Meu Chamado.

OBS: Esta mensagem e um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Taxista decapitado por ter crucifixo pendurado no espelho do carro

No dia em que a Igreja celebra a memória litúrgica de São João Batista, chega do Egito a notícia de um novo mártir decapitado por seu amor à fé cristã. É Rafaat Aziz Mina, motorista de táxi, nos seus vinte anos, de Alexandria, massacrado na rua, em 16 de agosto, por uma multidão de radicais muçulmanos, porque tinha pendurado no espelho de seu táxi um crucifixo.

A triste notícia foi relatada por fontes locais à agência Ásia News, que afirma: "As histórias contadas pelas vítimas dos ataques assustam e pesam nos corações de toda a população egípcia". O assassinato do jovem ocorreu no contexto dos ataques contra sit-in, no Cairo.
Em um vídeo amador filmado por um morador (assista ao final desta matéria) vê-se uma multidão bloqueando o carro para controlar os passageiros. Quando o táxi de Aziz foi parado, um manifestante viu a cruz pendurada no espelho. As imagens mostram como, em um curto espaço de tempo, o menino foi arrastado para fora do carro a chutes e socos. Os golpes causaram a morte do jovem após alguns minutos. No entanto, os extremistas continuaram a agredir o corpo sem vida com cuspes e pontapés, até completar a execução por decapitação do cadáver que foi abandonado na calçada.

Fonte: AIS.org.br


Carta Aberta à TV Globo

O Movimento Nacional da Cidadania pela Vida - Brasil Sem Aborto divulgou uma Carta Aberta à TV Globo a respeito da abordagem  sobre aborto provocado na novela Amor à Vida.

Leia a carta aberta na íntegra:

Ilustríssimo Senhor,
Carlos Henrique Schroder
Diretor Geral da TV GLOBO
Em cena da novela “Amor à vida”, no capítulo 82 que foi ao ar no dia 22 de agosto, a Rede Globo entrou com extrema superficialidade e com inúmeros equívocos em debate que merece ser abordado com seriedade e fundamentação. Em evento desconectado do enredo, entra em debate o aborto provocado. O personagem de um médico, chefe da residência médica, afirma que “o aborto ilegal está entre as maiores causas de mortes de mulheres no Brasil”. E afirma também que “infelizmente o aborto ilegal se tornou caso de saúde pública”.
Vamos aos dados oficiais, disponíveis no DATASUS: faleceram no Brasil, em 2011 (último ano a ter os dados totalmente disponíveis) 504.415 mulheres. O número máximo de mortes maternas por aborto provocado, incluindo os casos não especificados, corresponde a 69, sendo uma delas aborto dito legal. Portanto, apenas 0,013% das mortes de mulheres devem-se a aborto ilegal. Comparando, 31,7% das mulheres morreram de doenças do aparelho circulatório e 17,03% de tumores. Estes sim constituem problemas de saúde pública.
Houve também clara confusão entre os conceitos de “omissão de socorro” e “objeção de consciência”, com laivos de intolerância à liberdade religiosa. Desconhecemos que alguma religião impeça seus membros de prestar socorro a “pecadores”. Se assim fosse, inúmeros assaltantes e assassinos que chegam baleados aos hospitais ficariam sem atendimento. Se até um bandido assassino que foi ferido no embate tem direito a atendimento médico, como caberia negá-lo em situações de sequelas do aborto? A cena foi preconceituosa para com as crenças do outro personagem médico, distorcendo-as. Ela parece mesmo pretender trazer confusão para a questão da objeção de consciência, situação em que o profissional de saúde se recusa licitamente a realizar ou participar do abortamento, uma vez que ele se forma para proteger a vida e não para tirá-la.
Sabedores da influência que as novelas possuem na mentalidade do povo, demandamos que haja uma retratação das falsas impressões apresentadas, pois uma emissora deve ter compromisso com a realidade dos fatos. Se a Rede Globo deseja problematizar o debate, que o faça a partir de dados e situações verazes e não apenas reproduza determinados jargões propagandísticos pela legalização do aborto em nosso país.

Brasilia, 23 de Agosto de 2013.
 

Lenise Garcia
Presidente Nacional

Jaime Ferreira Lopes
Vice-Presidente Nacional Executivo

Damares Alves
Secretária Geral

A reação de Dom Parolin: "Missão será empenhativa e exigente"

Em declarações após a sua nomeação, Dom Pietro Parolin expressou profunda e afetuosa gratidão ao Papa Francisco pela – disse – “imerecida confiança” demonstrada em relação a ele, e manifestou a sua total disponibilidade em colaborar com o Santo Padre e sob a sua orientação para o bem da Igreja e da humanidade. 

O novo Secretário de Estado do Vaticano disse ainda sentir viva a graça desta chamada que, mais uma vez, constitui uma surpresa de Deus em sua vida. Disse sentir também toda a responsabilidade desta missão empenhativa e exigente, perante a qual as suas forças são frágeis, e pobres as suas capacidades. Por isso disse pôr-se ante esta tarefa com serenidade e confiança na misericórdia de Deus, na oração e ajuda dos outros.

Dom Pietro Parolin recordou os seus familiares, a sua Diocese de origem, Vicenza, o Papa Bento XVI, países onde tem trabalhado, (Nigéria, México, Venezuela) e também a Secretaria de Estado, que “já foi a sua casa por muitos anos”, assim como o Cardeal Tarcisio Bertone, outros Superiores e colaboradores de toda a Cúria Romana. A todos - concluiu - sou largamente devedor.

Entretanto, neste sábado,31, de manhã, o Santo Padre confirmou nos respectivos cargos Dom Giovanni Angelo Becciu, Substituto para as Questões Gerais; Dom Dominique Mamberti, Secretário para as Relações com os Estados; Don Georg Gänswein, Prefeito da Prefeitura da Casa Pontifícia; Mons. Peter Wells, Assessor para as Questões Gerais ; e Mons. Antoine Camilleri, subsecretário para as Relações com os Estados.


Fonte:  Rádio Vaticano

Papa nomeia Pietro Parolin como novo Secretário de Estado

O atual núncio apostólico na Venezuela, Arcebispo Pietro Parolin, foi nomeado pelo Papa Francisco como o novo Secretário de Estado do Vaticano, substituindo o Cardeal Tarcisio Bertone. A notícia foi anunciada oficialmente na manhã deste sábado, 31. 

O comunicado ressalta que o Papa pediu a Dom Tarcisio Bertone que permaneça no cargo até o dia 15 de outubro de 2013. Naquela data, em audiência com toda a Cúria Romana, Francisco agradecerá publicamente o fiel e generoso serviço prestado à Santa Sé pelo cardeal salesiano e apresentará Dom Pietro Parolin a seus colaboradores.

O novo Secretário de Estado nasceu em Schiavon, na região do Veneto, norte da Itália, há 58 anos. De família simples, ficou órfão de pai aos 10 anos. Ingressou no seminário aos 14. Estudou Direito Canônico em Roma, foi ordenado sacerdote em 1980 e iniciou carreira diplomática na Santa Sé em 1986. Foi representante da Santa Sé na Nigéria e no México. Em 2002, foi chamado novamente a Roma e nomeado vice-secretário da Seção para as Relações com os Estados, colaborando com os Cardeais Angelo Sodano e Tarcisio Bertone. Dom Pietro se ocupou das relações com os países asiáticos, como Vietnã e China até 2009, quando foi nomeado por Bento XVI para a Nunciatura de Caracas.

A nomeação de Dom Pietro Parolin marca o retorno à Secretaria de Estado de um diplomata de formação. O novo Secretário de Estado fala italiano, inglês, francês e espanhol.


Fonte: Rádio Vaticano

Lei do aborto não a deixaria viver: Jovem com Síndrome de Down é nomeada vereadora na Espanha

 Ángela Bachiller, uma jovem de 30 anos, é a primeira vereadora da Espanha que tem síndrome de Down, uma deficiência que a legislação atual sobre o aborto teria permitido abortar.
Atualmente a legislação espanhola contempla a despenalização do aborto em caso de má formação do feto. A síndrome de Down é considerada um tipo de má-formação. Entretanto, Ángela Bachiller que nasceu com esta deficiência, fez a sua Formação Profissional, tem 30 anos e trabalha como auxiliar administrativa na Área de Serviços Sociais da própria Prefeitura de Valladolid e agora ocupa o cargo de vereadora.
Em 2011 o Partido Popular apresentou Ángela Bachiller no número 18 da candidatura das listas eleitorais como uma mostra de integração e igualdade de oportunidades.
Faz algumas semanas, Ángela Bachiller tomou posse do seu cargo substituindo Jesus García Galván que renunciou por estar envolvido em supostos delitos urbanísticos. O cargo de vereadora que Bachiller irá exercer não implica estar encarregada de uma área de gestão porque o vereador ao que substitui não tinha essa responsabilidade.
Depois de tomar posse do cargo, Ángela Bachiller participou de um plenário municipal onde se tratou a adesão de Valladolid à Rede de Cidades para a Acessibilidade, o plano de pagamento a fornecedores e a promoção do veículo elétrico.
Manuel Velázquez, presidente da Associação Down Valladolid, em que a jovem participa ativamente, assegura que ela "é fantástica e encantadora no pessoal, muito trabalhadora, muito lutadora e muito comprometida com o que faz".
Da associação Down Espanha, seu gerente Agustín Matía, qualifica esta notícia como "positiva" e "um gesto de normalidade e de reconhecimento à incorporação de pessoas com deficiência à participação social, civil e política", que, ademais, serve "para romper clichês".
O Comitê Espanhol de Representantes de Pessoas com Deficiência (CERMI) declara que "esta situação, atualmente é a exceção e por isso chama a atenção" e por isso espera que seja o avanço de um processo de acesso e presença de pessoas com alguma deficiência na gestão dos assuntos públicos".

SÃO GREGÓRIO MAGNO - 03 DE SETEMBRO

Dia 03 de setembro, a Igreja celebra a memória deste Magno (Grande) de Cristo: São Gregório I. Nascido em Roma no ano 540, numa família nobre que muito o motivou à vida pública.

Gregório (cujo nome significa “vigilante”), chegou a ser um ótimo prefeito de Roma, pois era desapegado dos próprios interesses devido sua constante renúncia de si mesmo. Atingido pela graça de Deus, São Gregório chegou a vender tudo o que tinha para auxiliar os pobres e a Igreja.

São Bento exercia forte influência na vida de Gregório, por isso, além de ajudar a construir muitos mosteiros, entrou para a vida religiosa do “Ora et Labora”.

Homem certo, no lugar certo, este foi Gregório que era alguém de senso de dever, de medida e dignidade. Além da intensa vida interior, bem percebida quando escreveu sobre o ‘ideal do pastor’:” O verdadeiro pastor das almas é puro em seu pensamento. Sabe aproximar-se de todos, com verdadeira caridade. Eleva-se acima de todos pela contemplação de Deus.”

Com a morte do Papa da época, São Gregório foi o escolhido para “sentar” na Cátedra de Pedro no ano de 590, e assim chefiar com segurança a Igreja num tempo em que o mundo romano passava para o mundo medieval.

São Gregório Magno, Papa e Doutor da Igreja que conquistou o Céu com 65 anos de idade (no ano 604), deixou marcas em todos os campos, valendo lembrar que na Liturgia há o Canto Gregoriano, o qual eleva os corações a Deus, fonte e autor de toda santidade.

São Gregório Magno, rogai por nós!

Imprensa afirma que Papa decidiu substituir o secretário de Estado do Vaticano, Tarcisio Bertone

O Papa Francisco decidiu substituir o secretário de Estado, número dois do Vaticano, Tarcisio Bertone, que tem sua gestão contestada com frequência, informaram fontes vaticanas citadas pela imprensa italiana.

Tarcisio Bertone, de 78 anos, é desde 1986 o homem de confiança do agora papa emérito Bento XVI, ao qual foi fiel durante os escândalos que sacudiram seu pontificado.

Este salesiano foi acusado de erros de gestão e de escolhas infelizes, segundo parte dos documentos confidenciais do Vaticano, publicados ano passado no escândalo "Vatileaks".

De acordo com o jornal Corriere della Sera, Francisco pode anunciar a partir de sábado a saída de Bertone e inclusive nomear o substituto, que assumiria o cargo em outubro.

A nomeação em julho pelo Papa de uma especialista em comunicação, a católica ítalo-marroquina Francesca Immacolata Chauqui, de 32 anos, sem consultar a Secretaria de Estado provocou o descontentamento de Bertone.

Chauqui, membro de uma comissão de laicos responsável por examinar a transparência financeira e administrativa do Vaticano, também teria contatos com Gianluigi Nuzzi, o jornalista italiano que está na origem do escândalo "Vatileaks", e escreveu mensagens críticas no Twitter sobre a Cúria, nas quais chamava Bertone de "personagem corrupto".


Dois candidatos, ambos italianos, poderiam substituir Bertone. O núncio na Venezuela, arcebispo Pietro Parolin, e o governador da Cidade do Vaticano, monsenhor Giuseppe Bertello.


O cardeal Bertone poderia prosseguir na Cúria como camerlengo, posto chave para administrar a transição após a morte ou renúncia de um papa.

Lamentável episódio que deve levar a uma profunda reflexão

O arcebispo de São Paulo, cardeal dom Odilo Scherer, se solidariza com as vítimas do desabamento que provocou a morte de pelo menos oito pessoas no bairro de São Mateus, na zona leste de São Paulo.


Leia a nota do arcebispo:

Solidariedade às vítimas da queda do Edifício no Bairro de São Mateus
Com sincero pesar, manifesto a solidariedade de toda a Arquidiocese de São Paulo para com as vítimas do colapso do edifício comercial, em obras, no Bairro de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, ocorrido neste dia 27 de agosto.
Lamento profundamente a perda de vidas humanas nesse acidente e apresento aos seus familiares meu pesar e minha solidariedade nesta hora de dor. Meu pensamento também se volta para todos os feridos da tragédia e lhes desejo pronta recuperação.
Neste momento, é importante tomar consciência das graves implicações de sinistros graves, que poderiam ser evitados, se tivessem sido devidamente observadas as indispensáveis precauções de segurança. Esse lamentável episódio deve levar a uma profunda reflexão sobre a preciosidade de cada pessoa humana, cuja vida não deve ser exposta a graves riscos, mas protegida e valorizada.
Acompanho com atenção e interesse as tarefas do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e dos demais órgãos públicos, encarregados de vigiar sobre a segurança e de promover o socorro às vítimas de acidentes. A estes homens e mulheres, manifesto meu respeito e apreço.
Da mesma forma, manifesto meu sincero apreço pelo trabalho generoso de tantas pessoas voluntárias, cuja coragem e abnegação no socorro às vítimas é testemunho de que o amor ao próximo não é apenas feito de palavras, mas de atitudes maravilhosamente fraternas.

São Paulo, 28.08.2013Cardeal Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo



Nota publicada no site oficial da Arquidiocese de São Paulo.

20ª Romaria de Frei Damião, em São Joaquim do Monte PE

A cidade de São Joaquim do Monte já está nos preparativos para a Romaria de Frei Damião, que este ano completa 20 anos de existência. Desta quinta-feira (29) ao dia 1º de setembro, o município terá uma programação religiosa e festiva, que inclui apresentações artísticas, culturais, barracas de artesanato e comidas típicas, além dos shows com os padres cantores e bandas convidadas.  A romaria começa às 6h da quinta, com o canto do ofício realizado por grupos religiosos da cidade. Na sexta-feira (30), às 19h, acontece a terceira caminhada do “Bota Fé”, saindo da cidade de Camocim de São Félix até a Igreja Matriz de São Joaquim, com a presença do Bispo Dom Bernardino Marchió, o Dom Dino. A expectativa é de que 150 mil peregrinos participem da romaria.

Confira a programação completa do evento religioso:


PROGRAMAÇÃO DA ROMARIA 2013


Dia 29 de agosto / Quinta-feira

06h00min – Ofício de Nossa Senhora cantado no Santuário de Frei Damião.
Resp.: Sandra de Tão (Grupo Cenáculo da Graça).
09h00min – Missa do feirante (Matriz).
Celebrante: Pe. Pedro Antonio Filho – Pároco de São Joaquim do Monte/PE.
15h00min – Terço da Divina Misericórdia e Adoração (Matriz).
19h00min – Confissão Comunitária (Matriz).
Celebrante: Pe. Arlindo (Pároco de Tamandaré/PE).
21h00min – Show com Valdinho Valença (Praça de Eventos).

Dia 30 de agosto / Sexta-feira


06h00min – Ofício de Nossa Senhora cantado no Santuário de Frei Damião.
Resp.: Ivan (Terço dos Homens).
09h00min – Visita dos colégios municipal, estadual e particular ao Santuário de Frei Damião.
15h00min – Terço da Divina Misericórdia e Missa da Graça (Matriz).
Resp.: Bilú (Grupo Mãe Rainha), Gilvaneide e Ângela.
Celebrante: Pe. Antônio Maria (Praça de Eventos) – Grande encontrão.
19h00min – 3ª Caminhada do Bote Fé, saindo da cidade de Camocim de São Félix até a Igreja Matriz de São Joaquim, com a presença do Pe. Antônio Maria, Frei Ricardo Nunes, Frei Ricardo Barbosa e Trios Elétricos.
22h00min – Show com a Orquestra Nostalgia de Garanhuns (Praça de Eventos).
23h00min – Show com o cantor Cezinha e Banda (2º Palco – Cultural).

Dia 31 de agosto/ Sábado


06h00min – Ofício de Nossa Senhora cantado no Santuário de Frei Damião e Missa celebrada pelo Frei Nunes.
09h00min– Acolhimento as Caravanas dos Romeiros que começam a chegar em São Joaquim do Monte.
10h00min – Missa (Matriz).
Celebrante: Pe. Isael (Alto Bonito/PE).
12h00min – Festejos.
15h00min – Apresentação da Banda Mirim do Educandário Frei Damião (Praça de Eventos).
18h30min – Terço Meditado (Praça de eventos).
Resp.: Rogério e Lourdes (Pastoral da família).
19h30min – Santa Missa - 1ª Missa das Mãos Ensanguentadas de Jesus com lançamento do CD da Cantora Maria do Rosário (Praça de eventos).
Celebrante: Pe. Agnaldo José – Rede Século 21 (Campinas/SP).
21h00min – Show Pé de Serra com Peões do Forró (2º Palco – Cultural).
23h00min – Show com Geraldinho Lins e Banda (2º Palco – Cultural).
00h00min – Adoração ao Santíssimo Sacramento no Santuário de Frei Damião.
Resp.: Todas as comunidades da Paróquia.

Dia 01 de setembro / Domingo


04h00min – Festejos dos Bacamarteiros de Bananeirinha de São Joaquim do Monte (Santuário de Frei Damião).
Resp.: Marinho Batista.
06h00min – Ofício de Nossa Senhora cantado no Santuário de Frei Damião, logo após, Santa Missa.
Celebrante: Frei Nunes (Guarabira/PB).
08h00min – Segunda Missa no Santuário de Frei Damião.
09h00min – Missa Dominical (Praça de eventos).
Celebrante: Dom Bernardino Marchió (Bispo Diocesano de Caruaru).
11h00min – Acolhimentos aos romeiros com Forrozão Só Alegria (Praça de Eventos).
12h00min – Festejos - Necivaldo e Banda (Catende).
13h00min – Deus é Fiel de Maceió-AL (Praça de eventos).
15h00min – Apresentação de Hugo Henrique – O Mágico (Praça de eventos).
16h30min – Procissão com a Imagem de Nossa Senhora das Dores – Padroeira dos Romeiros e Missa de encerramento (Praça de eventos).
Celebrante: Monsenhor Miguel da cidade de Bonito.
17h00min – Bênção do adeus com Mons. Miguel, Frei Nunes, Pe. Walter, Pe. Isael e Pe. Pedro – Fundador da Romaria (Praça de eventos).
18h00min – Show pirotécnico patrocinado por Elivan Xavier.
19h30min – Show com a Orquestra Super Oara de Arco Verde (Praça de eventos).

MARTÍRIO DE SÃO JOÃO BATISTA - 29 DE AGOSTO

Com satisfação lembramos a santidade de São João Batista que, pela sua vida e missão, foi consagrado por Jesus como o último e maior dos profetas: “Em verdade eu vos digo, dentre os que nasceram de mulher, não surgiu ninguém maior que João, o Batista…De fato , todos os profetas, bem como a lei, profetizaram até João. Se quiserdes compreender-me, ele é o Elias que deve voltar.” (Mt 11,11-14).
Filho de Zacarias e Isabel, João era primo de Jesus Cristo, a quem “precedeu” como um mensageiro de vida austera, segundo as regras dos nazarenos.São João Batista, de altas virtudes e rigorosas penitências, anunciou o advento do Cristo e ao denunciar os vícios e injustiças deixou Deus conduzí-lo ao cumprimento da profecia do Anjo a seu respeito: “Pois ele será grande perante o Senhor; não beberá nem vinho, nem bebida fermentada, e será repleto do Espírito Santo desde o seio de sua mãe. Ele reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus: e ele mesmo caminhará à sua frente…” ( Lc 1, 15).
São João Batista desejava que todos estivessem prontos para acolher o Mais Forte por isso, impelido pela missão profética, denunciou o pecado do governador da Galileia: Herodes, que escandalosamente tinha raptado Herodíades – sua cunhada – e com ela vivia como esposo.
Preso por Herodes Antipas em Maqueronte, na margem oriental do Mar Morto, aconteceu que a filha de Herodíades (Salomé) encantou o rei e recebeu o direito de pedir o que desejasse, sendo assim, proporcionou o martírio do santo, pois realizou a vontade de sua vingativa mãe: “Quero que me dês imediatamente num prato, a cabeça de João, o Batista” (Mc 6,25).
Desta forma, através do martírio, o Santo Precursor deu sua vida e recebeu em recompensa a Vida Eterna reservada àqueles que vivem com amor e fidelidade os mandamentos de Deus.

São João Batista, rogai por nós!

Sonho de Luther King deve ser honrado

O sonho de Martin Luther King continua vivo, depois de 50 anos. Recordando os cinquenta anos do célebre discurso “Eu tenho um sonho” (I have a dream), de Martin Luther King, o Cardeal de Washington, Donald William Wuerl, ressalta o engajamento da Igreja Católica nos EUA com a justiça racial e social. 

“A magistral estátua de King, no novo memorial em Washington, nos lembra seu imponente compromisso em conduzir nossa nação à plena consciência da igualdade de todas as pessoas diante de Deus”, declara o cardeal, publicado no Osservatore Romano.

“O seu sonho, tão enraizado na oração e na Sagrada Escritura, continua a nos encorajar a vermos uns aos outros como irmãos e irmãs, filhos do mesmo amoroso Deus”, continua.
O Cardeal Wuerl recorda seu predecessor arcebispo de Washington até 1973, Dom Patrick Aloysius O'Boyle, que rezava para que “os ideais da liberdade, abençoados pela nossa fé e por nossa herança democrática, prevaleçam no país”.

Naqueles dias, o então arcebispo incentivou grupos católicos, paróquias e universidades a participarem da marcha de 28 de agosto de 1963, oferecendo hospitalidade a quem vinha de fora e disponibilizando faixas e cartazes contra o racismo.

“Hoje temos que honrar a sua herança e continuar o seu trabalho” – afirma o atual cardeal. “Este compromisso implica oferecer oportunidades educativas para as crianças, principalmente as mais pobres, que seriam destinadas a escolas mais ‘escassas’”.

Os 96 colégios católicos da Arquidiocese de Washington recebem quase 30.000 crianças da capital e do Estado de Maryland, salienta Dom Wuerl. “Muitas delas pertencem a minorias e não são católicas. Para o próximo ano acadêmico, 2013-2014, a arquidiocese destinou 5,5 milhões de dólares em subvenções aos impostos escolásticos, uma ajuda que sextuplicou nos últimos anos”, revela Dom Wuerl.


Fonte: Rádio Vaticano

Gravatá sedia 7º Congresso Estadual de Vereadoras com o tema "Mulher na Política"

A UVP (União dos Vereadores de Pernambuco) realiza em Gravatá nos dias 18 e 19 de setembro no Hotel Portal, o 7º Congresso Estadual de Vereadoras discutindo o tema "Mulher na Política". O encontro tem como objetivo de fortalecer os vínculos e a representação feminina na política, contando com a presença de grandes conferencistas e do governador do Estado de Pernambuco Eduardo Campos. Além de vereadoras, foram convidadas, prefeitas, vice prefeitas, servidoras de câmaras e secretárias municipais. De acordo com a presidenta da UVP Mulher, Narah Leandro, o encontro em anos anteriores era voltado apenas às vereadoras, mas este ano a organização ampliou a participação de mulheres envolvidas em todos os segmentos da política.


PROGRAMAÇÃO:


18/09 (QUARTA – FEIRA)

16h00 – Início das inscrições e entrega de material

19/09 (QUINTA – FEIRA)

09h00 - SOLENIDADE DE ABERTURA

Vereadora Narah Leandro –
Presidenta da UVP Mulher

Vereador Severino Farias –
Presidente da UVP

Bruno Coutinho Martiniano Lins – Prefeito do Município de Gravatá

Vereador Pedro Luiz Coutinho M. Lins – Presidente da Câmara Municipal de Gravatá

Lideranças: Estaduais e Municipais.


10h00 – Apresentação da “CARAVANA MARIA DA PENHA”

10h20 - “7 ANOS DA LEI MARIA DA PENHA CONQUISTAS E DESAFIOS” - Laura Gomes – Deputada Estadual/Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (PE)

11h00 “IMPORTÂNCIA DA MULHER NA POLÍTICA" - Luiza Erundina – Deputada Federal (SP)

12h00 – “SECRETARIA DA MULHER CONQUISTAS E DESAFIOS” - Dra Cristina Buarque – Secretária Estadual da Mulher (PE)

Painel de Debates

12h30 – Intervalo para almoço

14h00min – “RECURSOS: LUTA PELA VINCULAÇÃO CONSTITUCIONAL DE PERCENTUAIS MÍNIMOS PARA POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES” - Raquel Lyra – Deputada Estadual (PE)

14h40 “ POLITICA, COMUNICAÇÃO, CULTURA E MÍDIA”- Luciana Santos- Deputada Federal (PE)

15h30min- “O CENÁRIO DA POLÍTICA NACIONAL”- Eduardo Campos, Governador do Estado de Pernambuco

17h00min Aprovação e assinatura da Carta de Gravatá, composta pelo resultado dos debates ocorridos ao longo do dia.

17h30 min- Encerramento

Curso de Extensão sobre a Família chega ao Brasil

Com o apoio do Pontifício Instituto João Paulo II de Roma e a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a família (CEPVF) da CNBB surge uma nova iniciativa para promover o pensamento de João Paulo II sobre a pessoa, a família e o matrimônio em território brasileiro.

O presidente da CEPVF, Dom João Carlos Petrini, reuniu-se nessa segunda-feira (26) em Guarulhos com pós-graduados e especialistas em família, com a finalidade de organizar um corpo docente que ministre um curso de extensão em família, chancelado pelo Pontifício Instituto de Roma.
 “Pensamos primeiramente iniciar pelas PUCs”, disse Pe. Wladimir Porreca, assessor da Comissão para a Vida e a Família. Os professores serão na “sua maioria ex-alunos brasileiros que estudaram no Pontifício Instituto João Paulo II para estudos sobre família e matrimônio, de Roma e alguns doutores e pesquisadores da área na temática família”, esclareceu o assessor.
Esse curso se propõe “ir além de uma linha simplesmente moral”. “O objetivo central é atingirmos os Cursos de Teologia, principalmente onde são formados os nossos futuros padres”, disse Pe. Wladimir.
Por último o assessor da CEPVF enfatizou o importante apoio que está vindo de Roma para a realização desse projeto. “Estamos sendo apoiados e incentivados pelo Pontifício Instituto João Paulo II, de Roma na pessoa do seu presidente Mons. Melina e outros professores, e da filial deste Instituto em Salvador, na pessoa do nosso Dom Petrini.”, disse Pe. Wladimir.
Em breve serão divulgados mais detalhes. 

Contato: familia@cnbb.org.br

O Curso de Extensão propõe uma grade com os seguintes módulos:

1) Introdução
História da Família
Abordagens filosóficas na compreensão da família
Aspectos psicológicos e sociológicos da família
Mudanças na estrutura e dinâmica da família brasileira


2) Família comunhão entre pessoas, uma perspectiva filosófica
Pessoa e natureza,
Interpessoalidade GS 22,
Identidade e dom de si GS 24.


3) Pessoa, Matrimônio e Família no pensamento de João Paulo II
Solidão originária
Diferença sexual
Imago Dei
Linguagem do corpo


4) Teologia do matrimônio cristão
Instituição matrimonial e Sacramentalidade
Mistério Pascal – Mistério Nupcial
Trajetória do desejo


5) Caminhar à luz do amor
Agir moral como experiência da pessoa
Liberdade moral e as fontes da moralidade
Consciência moral como espaço da vida no Espírito


6) Ética do amor e da sexualidade
Ética sexual na perspectiva cristã
Fecundidade e responsabilidade – Humanae Vitae


7) Bioética
Família e dignidade da vida humana
Cultura da vida



8) Pastoral Familiar

9) Família e ciências sociais

10) Família e o religioso

Por: ZENIT.org 

Em telefonema, Papa alivia a dor de vítima de abuso

Uma argentina que denunciou ter sofrido violência sexual de um policial recebeu um telefonema do Papa Francisco. Segundo revelado por Alejandra Pereyra, 44 anos, o gesto do Pontífice lhe deu forças para reivindicar novamente justiça para seu caso. 
“Estou feliz; é como ter sido tocada pela mão de Deus”, assegurou a mulher em declarações ao Canal 10 da província argentina de Córdoba, onde reside.
Alejandra Pereyra contou que dias atrás, escreveu ao Papa pedindo ajuda, pois acredita que a Justiça esteja encobrindo o policial que ela denunciou por abuso sexual. 
“Decidi mandar um email. Ontem (domingo, 25), às 15h50, o telefone tocou. Perguntaram-me se era Alejandra Pereyra. Perguntei quem era e me disse que era o Papa, em resposta ao email”. Segundo ela, a ligação, para seu celular, teria durado cerca de 30 minutos, e a fez “sentir-se de novo em pé”. 
“O Papa me disse que eu não estou sozinha e que justiça será feita”, assegurou Alejandra, para quem Francisco tem “uma voz angelical”.
Ainda de acordo com ela, o Papa lhe disse que recebe milhares de cartas por dia, mas que sua mensagem o comoveu de modo especial, e “tocou o seu coração”.

Para que os homens e mulheres redescubram o valor do silêncio e saibam escutar Deus e os irmãos

Apresentamos as intenções de oração do Santo Padre Francisco para o mês de setembro confiadas ao Apostolado da Oração. 

O Apostolado da Oração é uma obra confiada pela Santa Sé à Companhia de Jesus, que tem como missão principal a formação de cristãos atentos e comprometidos com as necessidades da Igreja e do Mundo. Atualmente, mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo unem-se para rezar pelas intenções que o Santo Padre pede à Igreja.
Intenção Geral

Descobrir o valor do silêncio: Para que os homens e mulheres do nosso tempo, tantas vezes mergulhados num ritmo frenético de vida, redescubram o valor do silêncio e saibam escutar Deus e os irmãos. 

Intenção Missionária

Cristãos perseguidos: Para que os cristãos perseguidos possam testemunhar o amor de Cristo.

'Não sintam vergonha de não falar português', diz Ministro da saude

Ministro minimiza domínio de idioma: 'Eu atendi povos indígenas e até hoje não sei a língua deles', falou aos médicos
No dia em que profissionais estrangeiros do Mais Médicos começaram a ter seus conhecimentos de língua portuguesa avaliados, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, usou o próprio exemplo para dizer que o domínio do idioma não é necessário para exercer a medicina. O mais importante, segundo ele, é a experiência e a vontade de ajudar. "Eu atendi vários povos indígenas e até hoje não sei uma língua indígena", afirmou.
"Vocês não se envergonhem de não falar. Às vezes, alguém pode pensar 'eu não falo tão bem português', mas aproveitem aqui para falar", disse o ministro, durante a recepção a 199 médicos estrangeiros em Brasília. Padilha mostrou até foto do período em que atuou no interior do Pará. "Esse aí sou eu, e não tinha cabelo branco. Ser ministro da Saúde dá mais cabelo branco do que trabalhar no interior da Amazônia", brincou.
Os 682 médicos formados no exterior começaram ontem a avaliação do idioma e sobre o sistema de saúde do Brasil. O período de testes vai durar três semanas em Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio, Salvador e São Paulo. Os aprovados chegam às cidades em 16 de setembro.
Antropologia. No Rio, os diplomados no exterior tiveram contato com a diversidade da cultura brasileira pelo olhar do antropólogo Darcy Ribeiro. Os 88 profissionais (brasileiros formados no exterior, portugueses, argentinos, espanhóis, uma russa e um egípcio) assistiram a quatro episódios do documentário Povo Brasileiro, sobre a formação da identidade nacional.
Eles também ouviram as linhas gerais do programa. Cada médico diplomado no exterior terá um tutor, um médico ligado a uma universidade federal, a quem poderá recorrer. Também farão um curso a distância de atenção básica. A formação exigirá dedicação diária de 2 horas. Os médicos não sabem, no entanto, se essas duas horas serão descontadas da carga horária de trabalho de 8 horas diárias.
Os médicos estão alojados no Centro de Educação Física da Marinha (Cefam), na Penha, zona norte, a 15 km do Centro Cultural Banco do Brasil, no centro, onde assistem às aulas. "É uma instalação militar, não é um hotel. Mas é confortável", afirmou o português Miguel D'Agorreta, de 70 anos.
Em Pernambuco, o treinamento foi aberto com poesia de cordel. Muitos garantiram ter entendido a mensagem, embora não tenham domínio de todas as palavras. A rotina se repetirá nos próximos 21 dias. Alojados em unidades do Exército, no Recife, acordam às 5 horas e, às 6h30, seguem para Vitória de Santo Antão, a 50 km da capital. Têm aula das 8 às 18 horas e retornam ao alojamento.
Enquanto os cubanos disseram ter aprovado as acomodações e a alimentação nas dependências do Exército, o espanhol Bladimir Quintan Remedios, de 49 anos, reclamou da comida e do pequeno espaço, que não dispõe de mesa para estudo. "De manhã é leite com aveia, e no almoço é feijão e frango frito." O tempero? "Militar", disse entre risos.

Fonte: Estadão/Laís Alegretti, Angela Lacerda e Clarissa Thomé

Festa Literária Internacional de Pernambuco – FLIPORTO acontecerá em Olinda, de 14 a 17 de novembro

Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto) confirmou por meio de nota que não cortará nada da programação anunciada anteriormente.
Ainda segundo o texto divulgado, a grade definitiva da festa será conhecida no dia 15 de outubro.
Dificuldades financeiras surgiram para os organizadores da Fliporto depois que o patrocínio da Empetur, no valor de R$ 3,5 milhões foi devolvido
Marcada para ocorrer de 14 a 17 de novembro, em Olinda, a Fliporto devolveu os recursos depois que foi apontado o alto montante em relação a outros eventos – o São João de Caruaru, por exemplo, recebeu R$ 1,8 milhão – e o parentesco entre o organizador do festival literário, Antonio Campos, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, (PSB), que são irmãos, por uma matéria da Folha de S. Paulo.
Na nota, a Fliporto ainda garante que a Casa do Livro Infantil e da Leitura de Olinda (Clilo), em Olinda, que fornece atividades de mediação e também assistência a crianças, não sofrerá nenhum tipo de corte.

Servir, atitude básica do ser humano

“Eu, porém, estou no meio de vós como aquele que serve!” (Lc. 22,27)

Quando o tema é Igreja, um dos pontos essenciais que deve permear nossas reflexões é o do SERVIÇO. Servir é uma das atitudes básicas do ser humano. Uma pessoa sadia não tem grandes dificuldades de sair de si mesmo e ir ao encontro das necessidades dos outros (alteridade). Nessa tarefa, todos nós podemos colaborar pois, como nos diz um ditado popular: “Ninguém é tão rico que não necessite de algo e ninguém que seja tão pobre que não tenha algo para dar”.
A Igreja é servidora por excelência. Diante da acusação de alguns intelectuais de que a Igreja está fechada em si mesma, que ela se auto-promove perante  o mundo,  gostaríamos de frizar que  o objetivo da Igreja não é ela mesma mas o anúncio de Cristo e de sua Salvação oferecida a todos os homens. A Igreja também luta pela promoção e dignidade do ser humano, bem como pelo resgate dos valores inerentes  à vida humana, principalmente em uma sociedade como a nossa em quem tais valores são negados.
Ao refletir sobre o serviço na Igreja precisamos começar falando do fundamento da Igreja, o próprio Cristo Jesus. Foi ele quem por primeiro, através de seus gestos e palavras, manifestou seu profundo amor ao próximo quando, desprendo-se de si, colocava-se em  atitude de acolhimento e serviço a todos aqueles enfermos e atormentados que com o coração sincero o procuravam. “ Eu vim  para que tenham vida , e a tenham em abundância” ( Jo 10,10) .
Para melhor enfatizar com deveria ser vivenciado pelos seus seguidores o amor-ágape, o amor-serviço, antes de sua Paixão em que se entregaria  totalmente por amor aos homens, num gesto profético e de grande significado, Jesus que é  Mestre e Senhor coloca-se como SERVO de todos e lava os pés de seus discípulos. “ Eu lhes dei um exemplo: vocês devem fazer  a mesma coisa que eu fiz. Se vocês compreenderem isso e o puserem em prática, serão felizes.” (Jo 13, 15-17).
A Igreja aprendeu do próprio Cristo que é preciso se colocar a disposição dos homens, ir ao encontro de suas necessidades levando a todos a salvação e a esperança, principalmente nos momentos de maiores dificuldades. Com Cristãos não podemos ficar indiferentes diante dos sofrimentos alheios. “ As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos os que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo”. (Gaudium et Spes 1.)
Enquanto estrutura viva e dinâmica, a  Igreja possui vários serviços, carismas e ministérios; há graus maiores e menores quanto a responsabilidade, há serviços e funções abertas aos leigos (catequese, piedade, promoção humana e social) e outras reservadas apenas aos membros da hierarquia (sacramentos da Eucaristia e Reconciliação). Na hierarquia eclesiástica há os que zelam  pela unidade dos cristãos, guardam a moral e os costumes e a fé apostólica (bispos); há aqueles que anunciam a Palavra ( presbíteros); os que servem o altar e se colocam a serviço da caridade (diáconos).
É bom lembrar que a dignidade do cristão não está na função ou ministério que desempenha, mas no Batismo. Por meio do batismo somos incorporados à Cristo e à sua Igreja e, com nossas vidas, colaboramos para a edificação do Corpo Místico de Cristo, que é a Igreja. Como nos diz um sábio sacerdote próximo de nós, “Na Igreja ninguém é insubstituível, porém todos são indispensáveis”.
Diante da grande variedade de ministérios na Igreja, como estamos refletindo especificamente sobre o serviço, gostaríamos de falar um pouco sobre os diáconos, visto que o serviço é a marca principal de seu ministério. Segundo a Constituição Dogmática Lumem Gentium , os diáconos “servem o povo de Deus na diaconia da  liturgia, da palavra e da caridade. O diácono deve administrar solenemente o batismo, conservar e distribuir a Eucaristia, assistir e abençoar o matrimônio, levar o Viático aos moribundos, ler a Escritura aos fiéis, instruir e exortar o povo, presidir ao culto e às orações dos fiéis, administrar os sacramentais, oficiar exéquias e enterros”. (LG 73). São Policarpo de Esmirna ainda exorta os diáconos para que no seu ministério: “ Misericordiosos e diligentes, procedam de harmonia com a verdade do Senhor que se fez servidor de todos”.
Servir é vocação de todo homem, principalmente dos que levam o nome de cristãos. Como Igreja devemos servir a humanidade anunciando ao mundo Cristo e seu Reino. Através de nossas vidas,  precisamos testemunhar a presença amorosa e salvadora de Deus que sempre vem ao encontro de seus filhos e nunca os abandona.

Pe. Paulo Sérgio Carlos OCC

“Rios de Água Viva” reuniu uma multidão de fiéis

No último domingo (25), a Diocese de Caruaru realizou um grande evento de comunhão e unidade da fé católica. Dentro da realidade pós-jornada Mundial da Juventude, as 19 cidades que compõem a Diocese foram convidadas para participar do evento “Rios de Água Viva”, um momento importante de partilha, louvor e comemoração.
Por volta das 14h, os grupos, que foram denominados “rios”, começaram a se formar em sete pontos da cidade: Igrejas do Monte Carmelo, São Francisco, Natividade, Nossa Senhora Aparecida e Convento, além do Santuário da Graça e do Colégio Diocesano.
Adoração e testemunhos dos jovens que foram à JMJ 2013 marcaram os encontros de cada grupo, que em seguida saíram numa caminhada festiva pelas ruas de Caruaru até o Pátio de Eventos Luiz “Lua” Gonzaga. Identificados por cores diferentes, a multidão chaou atenção pela forma específica de louvar e alegrar este evento, um marco para a Diocese, neste que é o Ano da Fé.
Na concentração, um grande “mar” foi formado, composto por todos os rios. Ao todo, estima-se que 50 mil pessoas estiveram presentes. Dom Bernardino aproveitou a oportunidade para apresentar os padres Sávio e Toninho, do Setor Juventude da CNBB, e o bispo Dom. Eduardo Pinheiro, presidente da comissão episcopal para a juventude, que vieram a Caruaru acompanhar e participar do encontro.
Ainda no pátio de eventos, os fiéis receberam a cruz, participaram da homenagem a Nossa Senhora e seguiram em procissão até a avenida Rui Barbosa onde foi celebrada a Santa Missa. Feliz com a presença das pessoas no evento, Dom Bernardino destacou a importância de um momento de unidade como esse. “A nossa Diocese vivendo essa experiência de hoje tem condições de avançar mais na evangelização, no anúncio da Palavra de Deus aos jovens”, afirmou.

Por: Camila Juliette de Melo Santos

Visita do Papa Francisco a Assis

A pé como um simples peregrino na cidade do Pobrezinho. Assim os setores do Vaticano informaram que o Papa Francisco tem a intenção de prestar homenagem à cidade de Assis, na região da Úmbria, centro da Itália, na visita que realizará no próximo dia 04 de outubro. Os 
preparativos já estão bem adiantados. São esperadas 30 mil pessoas só de Assis e mais de 300 mil da Úmbria, Itália e do estrangeiro. A Região informou que o Santo Padre doará o óleo para a lâmpada votiva.
O itinerário do Papa, o definitivo, só será detalhado no final deste mês ou começo de setembro. Autoridades vaticanas e forças policiais italianas já realizaram uma primeira visita detalhada aos lugares que o Papa visitará. Já está excluído que o Papa chegue de trem. Por motivos logísticos o Santo Padre vai de helicóptero.
Esta será a primeira vez que Papa Francisco visita Assis. Além da Basílica de São Francisco, gostaria de visitar a Porciúncula (a terceira igreja restaurada por São Francisco e lugar onde o Pobrezinho de Assis faleceu), Santa Clara e o Ermo das Prisões.
A única etapa já confirmada é a visita ao Instituto Seráfico de Assis, especializado na reabilitação, educação e inserção social de pessoas com graves distrofias físicas e mentais, que no último dia 12 de junho enviaram uma carta pessoal ao Papa e a resposta positiva veio através do assessor pontifício Mons. Peter Wells.

Vocação à Vida Consagrada

Estamos no final da semana dedicada à vocação à vida consagrada. Começamos com o domingo da Assunção de Maria e continuamos rezando e refletindo sobre a importância da vida religiosa na igreja e no mundo. Neste mês vocacional, que continua ecoando o tema da JMJ Rio 2013 – ide e fazei discípulos entre as nações – sem dúvida que o testemunho de homens e mulheres consagrados continua sendo essencial para o mundo de hoje. Nesta semana tivemos ocasião de celebrar, com muita alegria, entre outras festas, o dia de São Bernardo, abade cisterciense e doutor da Igreja, de quem aprendi a “sentir com a Igreja”.

A vida consagrada diz respeito a toda a Igreja; não é uma realidade isolada e marginal. A vida religiosa está colocada no próprio coração da Igreja. Ela é um elemento decisivo para a sua missão, já que exprime a íntima natureza da vocação cristã e a tensão da Igreja-Esposa para a união com o único Esposo. A vida consagrada faz parte da vida, santidade e missão da Igreja.
A profissão dos conselhos evangélicos coloca os consagrados como sinal e profecia para a comunidade dos irmãos e irmãs e para o mundo. A missão profética da vida consagrada vê-se provocada por três desafios principais lançados à própria Igreja, e esses desafios tocam diretamente os conselhos evangélicos de castidade, pobreza e obediência, estimulando a Igreja, e de modo particular as pessoas consagradas, a pôr em evidência e testemunhar o seu significado antropológico profundo. Na verdade, a opção por esses conselhos, longe de constituir um empobrecimento de valores autenticamente humanos, revela-se antes como uma transfiguração dos mesmos. A profissão de castidade, pobreza e obediência torna-se uma admoestação a que não se subestimem as feridas causadas pelo pecado original, e, embora afirmando o valor dos bens criados, relativiza-os pelo simples fato de apontar Deus como o bem absoluto.
Ainda ecoam fortes as admoestações recentes do Papa Francisco aos religiosos e religiosas acerca da sua missão no mundo. "Desculpem-me se falo assim, mas é importante esta maternidade da vida consagrada, esta fecundidade! Que esta alegria da fecundidade espiritual anime vossa existência, e sejam mães como a figura da Mãe Maria e da Mãe Igreja", afirmou. "Mas, por favor, (que seja) uma castidade fecunda, uma castidade que gere filhos espirituais na Igreja. A consagrada é mãe, deve ser mãe, não uma 'solteirona', acrescentou.
Sim, o Papa Francisco nos anima a sermos fecundos na missão, no anúncio, no testemunho do Evangelho. Nosso Senhor Jesus Cristo nos disse: “não tenham medo” (Mt 28,5). Como às mulheres na manhã da Ressurreição, nos é repetido: “Por que buscam entre os mortos aquele que está vivo?” (Lc 24,5). Os sinais da vitória de Cristo Ressuscitado nos estimulam enquanto suplicamos a graça da conversão e mantemos viva a esperança que não defrauda. O que nos define não são as circunstâncias dramáticas da vida, os sofrimentos pelos quais passamos, as incompreensões que muitas vezes são impostas em nossas caminhadas, nem os desafios da sociedade ou as tarefas que devemos empreender, mas todo o amor recebido do Pai, graças a Jesus Cristo, pela unção do Espírito Santo. Esta prioridade fundamental é a que tem presidido todos os nossos trabalhos que oferecemos a Deus, à nossa Igreja, a nosso povo, a cada um dos homens e mulheres a quem somos enviados, enquanto elevamos ao Espírito Santo nossa súplica para que redescubramos a beleza e a alegria de ser cristãos. Aqui está o desafio fundamental que contrapomos: mostrar a capacidade da Igreja de promover e formar discípulos que respondam à vocação recebida e comuniquem em todas as partes, transbordando de gratidão e alegria, o dom do encontro com Jesus Cristo, o Redentor. Não temos outro tesouro a não ser este. Não temos outra felicidade nem outra prioridade que não seja sermos instrumentos do Espírito de Deus na Igreja, para que Jesus Cristo seja encontrado, seguido, amado, adorado, anunciado e comunicado a todos, não obstante todas as dificuldades e resistências. Este é o melhor serviço – seu serviço, querido religioso, querida religiosa, a quem quero agradecer o seu delicado e dedicado serviço, Deus seja louvado! – que a Igreja tem que oferecer às pessoas e nações!

Orani João Tempesta, O. Cist.

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

O Sacramento da Penitência

Jesus Cristo instituiu sete sacramentos, que contemplam toda a vida do cristão Católico, havendo como que certa semelhança entre o curso da vida natural e a vida espiritual. Dentre os sete sacramentos, três deles são de iniciação da vida cristã: o Batismo, a Confirmação (Crisma) e a Eucaristia. Dois deles estão a serviço da comunhão e da missão dos fiéis: o Sacramento da Ordem e o Matrimônio. Finalmente, dois deles são sacramentos de cura: a Penitência e a Unção dos Enfermos.
Além de Sacramento da Penitência, esse Sacramento pode ainda ser chamado de Sacramento da Conversão, Sacramento da Confissão, Sacramento do Perdão ou ainda Sacramento da Reconciliação. Mas gostaria de chamar a atenção para a característica que nossa Igreja atribui a esse sacramento, e que de fato é: Sacramento de Cura. E é particularmente sobre esse aspecto que gostaria de tratar nesse artigo.
Somos pecadores. Esta é a nossa condição. Não somos pecadores porque pecamos; pecamos porque somos pecadores. E o pecado constitui uma ofensa a Deus, uma ruptura da comunhão com Ele. O pecado também, além de ferir a comunhão com Deus, fere a comunhão com a Igreja, com os irmãos.
A graça do sacramento da Penitência reside justamente no fato desse retorno à comunhão com Deus, restituindo-nos a amizade com Ele. Diz o Catecismo da nossa Igreja que aqueles que participam desse Sacramento gozam de grande paz e tranquilidade de consciência, que vem acompanhada de uma intensa consolação espiritual. Quem ao sair da confissão não se sente leve como uma pena? Quem não se sente como que flutuando no espaço? Tudo isso é devido a essa paz, a essa consolação espiritual proporcionada pelo Sacramento. Diz ainda o Catecismo que esse Sacramento traz consigo uma verdadeira ressurreição espiritual, a restituição da dignidade de filho e a restauração da amizade com Deus. Não é sem motivo que esse Sacramento é chamado de Sacramento de Cura, pois verdadeiramente traz consigo a cura da nossa alma.
Como vimos acima, o pecado também fere a comunhão com a Igreja, rompendo a comunhão fraterna. Nesse sentido também, o Sacramento da Penitência repara esse dano, curando não apenas a pessoa que se confessa, mas também tendo um efeito vivificante sobre toda a vida da igreja, que sofreu com o pecado de um dos seus membros.
Se o pecado é uma doença da alma, o Sacramento da Confissão é o remédio para a cura. Jesus Cristo, na pessoa do sacerdote é o próprio médico. Temos então no Sacramento da Penitência o melhor médico e o melhor remédio.

Adilson Angolini
Oblato Corpus Christi

Procurai entrar pela porta estreita

Liturgia – 21º Domingo do Tempo Comum – Domingo 25/08/2013  

Evangelho (Lc 13,22-30)

Naquele tempo, Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém. Alguém lhe perguntou: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?”
Jesus respondeu: “Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão. Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado de fora, começareis a bater, dizendo: ‘Senhor, abre-nos a porta!’
Ele responderá: ‘Não sei de onde sois’.
Então começareis a dizer: ‘Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!’
Ele, porém, responderá: “Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim, todos vós, que praticais a injustiça!’
Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas no Reino de Deus, e vós, porém, sendo lançados fora. Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. E assim há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Comentário do Evangelho

No evangelho de hoje temos um alerta muito importante de Jesus.
Ele vai nos ensinar que homem algum pode salvar-se sozinho, é preciso oferecer o nosso esforço, a nossa parte, mas também é preciso contar com o auxílio do Pai para nos ajudar a entrar pela porta estreita.
Quando alguém faz a pergunta a Jesus: “São poucos os homens que se salvam?” Ele não responde a quantidade daqueles que se salvam, pois isso não está em Suas mãos. Cada um se salvará de acordo com as opções que fizer durante a vida.
Mas Ele nos deixa claro: “Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não conseguirão.” Sua resposta nos leva a crer que para se chegar a alcançar e possuir a salvação eterna é preciso entrar por uma porta estreita e se empenhar muito para conseguir passar por ela, senão não será possível alcançar o descanso eterno.
A medida desta porta não está no meu peso ou no meu tamanho, Jesus nos fala de coisas muito mais importantes e eternas. Ele nos diz que para entrarmos por esta porta, que tem a Sua medida e estatura, precisamos buscar crescer em estatura, sabedoria e graça, assim como Ele crescia durante Sua vida terrena. Precisamos nos desvencilhar de tudo aquilo que vai se agregando a nós e vai tomando parte de nossa vida, mas que não é parte nossa. Ou seja, os vícios, pecados, manias, neuroses, gostos e vontades pessoais… Tudo isso vai se agregando a nós, mas não é essência nossa.
Se não nos engajarmos com vontade nessa luta para tirar tudo isso de nós, ficaremos tão pesados que o caminho se tornará mais cansativo que o normal e demoraremos muito mais tempo para chegarmos ao seu término. É o que aconteceu com aqueles do Evangelho que, quando chegaram a entrada da porta, ela já havia se fechado e começaram então a bater e gritar, mas o Pai que já havia entrado com aqueles que estavam com a sua estatura, sua sabedoria e sua graça, estavam na medida da porta, não os conhecia porque eles eram muito estranhos, traziam consigo muitos apetrechos desnecessários…
Eis aqui a nossa parte, ter a vontade de deixar tudo o que atrapalha o nosso caminho. Mas para entender e descobrir quais são estas coisas precisamos do auxílio do Pai, Ele que nos ama vai saber nos dizer melhor que ninguém o que não está de acordo com Sua vontade em nossa vida, o que estamos levando que não O agrada, mas para isso precisamos ter um coração que seja um com o Dele.
O desejo do Pai é de nos salvar, mas para isso Ele precisa de nossa ajuda, de nossa vontade, de nosso empenho. O Pai pode realizar tudo sem a nossa ajuda. Mas, para nossa salvação, Ele precisa do nosso SIM, da nossa adesão, senão Ele fica impedido de nos adentrar pela porta estreita no paraíso.

Elaine Mariano Pacheco
Oblata Corpus Christi

Programação Rios de Água Viva – Diocese de Caruaru 2013

Objetivos:
Celebrar o ANO DA FÉ renovando a comunhão com o Papa Francisco e reviver com toda a Igreja Diocesana a JMJ do Rio de Janeiro.
Comemorar os 65 anos da criação da Diocese de Caruaru (08/08/1948)
Fortalecer a organização das nossas paróquias valorizando a beleza e a variedade das Pastorais, carismas, vocações e serviços eclesiais.

Locais das concentrações (07 rios): às 14h
1. Santuário da Graça: famílias (Pastoral Familiar, ECC, ENS, e todos os que têm trabalho pastoral com as famílias e noivos) 
Santuário da Graça (Bairro Petrópolis)
Cor: Amarelo
2. Matriz do Monte Carmelo: juventude (Setor Juventude, EJC, RCC jovem, crismados 2004/2013 - Estudantes - jovens dos Movimentos, Congregações religiosas e Novas Comunidades - Pastoral Vocacional e Seminários 
Cor: Vermelho
3. Matriz de São Francisco: Movimentos Eclesiais (Marianos): Mãe Rainha, Cenáculo da Graça, Legião de Maria, OFS, Movimento dos Focolares, MCC etc.) 
Responsáveis: Pe. Eronildo e Pe. Luis Antônio 
Cor: Azul
4. Colégio Diocesano: Catequistas e Missionários, RCC, MECE, Oficinas de Oração e vida, Apostolado da Oração
Responsáveis: Mons. Olivaldo, Ir. Lídia, Pe. Sandro, Sônia Alten, Pe. Edmilson 
Cor: Verde
5. Matriz Nossa Senhora Aparecida: Terço dos Homens
Responsáveis: Diácono Manoel Paulino e Pe. Roberto
Cor: Laranja
6. Matriz da Natividade: Coroinhas, Infância Missionária, Equipes de Liturgia, Corais e Ministérios de Música
Responsáveis: Pe Adriano Davi, Pe. Alexandre, Pe. Luis Carlos 
Cor: Branco
7. Matriz Coração Eucarístico (Convento): Pastorais Sociais, Educação e Cultura
Responsáveis: Pe. Roberto, Pe Everaldo e Frei William
Cor: Marrom
Encontro dos "Rios": Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga (o... mar que acolhe todos!)
No Pátio de eventos haverá a concentração geral e apresentação dos participantes (Todas as realidades eclesiais: Pastorais, Comunidades, Movimentos, Paróquias, RPs, Padres, Religiosas etc.).
O primeiro RIO que chegar ao Pátio recebe a Cruz da Jornada e a entrega aos Rios que estão chegando
Será prestada homenagem ao Papa Francisco presente num grande banner trazido pelos jovens.
A Paróquia da Catedral junto com o seu Pároco vai trazer a Imagem de Nossa Senhora das Dores e haverá comemoração dos 65 anos da criação da Diocese (08/08 de 1948).
Saudação e Palavra do Bispo e Canto do GlóriaA caminhada do “Mar” segue até a Av Rui Barbosa, onde acontecerá a grande concelebração eucarística em comemoração ao Ano da Fé e da JMJ-2013.