Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Seminaristas vivenciam experiência missionária em Porto Velho

Mais de 80 missionários participaram da missa do envio, na catedral de Porto Velho (RO), no último dia 27, marcando o início da 2ª Experiência Missionária com Seminaristas, que prosseguirá até o dia 26 de janeiro. De acordo com o arcebispo, dom Esmeraldo Barreto, o evento reúne 65 seminaristas diocesanos vindos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Bahia e Rio Grande do Norte.  Também estão presentes dez seminaristas de Porto Velho, duas missionárias leigas, dois diáconos religiosos, seis padres e jovens da arquidiocese, que fazem acompanhamento vocacional.

O arcebispo de Manaus (AM), dom Sérgio Castriani, assessora o aprofundamento do tema “Hoje devo ficar na tua casa” (Lc 19,5), nos dias 28 e 29. No dia 30, haverá um momento de espiritualidade. No dia 31, os missionários visitarão as comunidades. “Seguirão de casa em casa, escutando a história de cada família, participando dos encontros e celebrações organizados nas comunidades, descobrindo e valorizando os sinais da ação do Espírito Santo na vida das pessoas”, explica dom Esmeraldo. Nas comunidades, os missionários ficarão hospedados em casas de famílias. “É evidente que algumas perguntas se tornarão fortes para os missionários: Fui surpreendido pela graça de Deus nessas várias atividades? De que maneira acolho essa graça e como pode marcar a minha vida a fim de que a missão seja realmente centro e possa determinar minha vida? Estas e outras perguntas serão refletidas e aprofundadas nos três dias de avaliação ao final da experiência missionária”, afirma o arcebispo.
“O Espírito Santo ilumine e fecunde esse processo de formação de futuros missionários presbíteros a fim de que possam entregar toda a sua vida à missão. Deus ajude que abram ainda mais o coração para que, sendo da vontade de Deus, possam um dia servir em alguma das dioceses ou prelazias da Amazônia ou outro lugar do Brasil e do mundo”, acrescenta dom Esmeraldo.
A experiência missionária acontece na paróquia de São José de Monte Negro formada pelos municípios de Monte Negro e Campo Novo de Rondônia, que compreende 43 comunidades. A paróquia está sob responsabilidade de dois padres enviados pela diocese de Novo Hamburgo (RS). Segundo dom Esmeraldo, as comunidades da região “trazem a marca forte da migração que se tornou acentuada a partir dos anos 70 e nelas estão presentes pessoas de quase todos os Estados do Brasil”.

Sábado, 28 de Dezembro de 2013 - CNBB  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...