Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Primeira mensagem de Francisco para Dia Mundial da Paz será publicada em 12 de dezembro

Na próxima quinta-feira, 12 de dezembro, será publicada a primeira mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz, dedicada ao tema “Fraternidade, fundamento e caminho para a paz”.
O documento vai ser apresentado em coletiva de imprensa, com a presença do Presidente do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz, Cardeal Peter Turkson.
O tema para a celebração de 1 de janeiro de 2014 foi anunciado pelo Vaticano no dia 31 de julho, adiantando que o Papa vai apresentar uma reflexão sobre a fraternidade e a “cultura do encontro”.
Desde o início do pontificado, Francisco tem sublinhado a importância de superar uma “cultura do descartável” e promover a “cultura do encontro”, para se conseguir um mundo mais justo e pacífico.
“Perante os múltiplos dramas que afetam a família dos povos - pobreza, fome, subdesenvolvimento, conflitos bélicos, migrações, poluição, desigualdade, injustiça, crime organizado, fundamentalismos -, a fraternidade é fundamento e caminho para a paz”, sublinhou a Santa Sé.
O comunicado destacava a importância de ser “solidário contra a desigualdade e a pobreza que enfraquecem a vida social”, ajudando todas as pessoas, em particular “os mais pequenos e indefesos”.
O Dia Mundial da Paz começou a ser celebrado no pontificado do Papa Paulo VI, em 1º de janeiro, e a mensagem para esta jornada é enviada às dioceses e às embaixadas de todo o mundo para “destacar o valor essencial da paz e a necessidade de trabalhar incansavelmente para obtê-la”.
Segundo a Santa Sé, num mundo cada vez mais “interdependente”, não deve faltar o “bem da fraternidade, que vence a globalização da indiferença a que o Papa Francisco se referiu em diversas ocasiões”.


Cidade do Vaticano, 07/12/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...