Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Patriarca da Terra Santa: O Papa estará em maio na Jordânia, Israel e Palestina

A visita do Papa Francisco à Jordânia, Israel e Palestina em maio de 2014, o Sínodo Extraordinário da Família em Roma em outubro do mesmo ano e o conflito israelo-palestino são parte dos temas da agenda do Patriarca Latino de Jerusalém, Dom Fouad Twal, que divulgou em sua mensagem de Natal aos jornalistas.
O Patriarca expôs que o Pontífice "tem no seu coração a Terra Santa e o Médio Oriente. As suas declarações provaram-nos que a Santa Sé mantém a mesma linha no que se refere à nossa região" e ressaltou que o Pontífice divulgou em Roma no último dia 21 de novembro, diante de todos os patriarcas e arcebispos das Igrejas orientais católicas, a sua "grande preocupação" apelando a que "não nos resignemos a um Oriente sem cristãos".
Com respeito à situação política, Twal assinalou que "a situação no Médio Oriente é cada vez mais complexa e dramática. Os cenários do que se passou na Síria e no Iraque podem-se repetir noutros locais, como se pode ver no Egito e na Líbia. A instabilidade atinge todos, cristãos incluídos, que são tentados pela emigração".
Pediu que para evitar que o conflito se propague, "é preciso instaurar, imediatamente, na Síria, o cessar-fogo e impedir qualquer entrada de armas", ressaltando que "todos vós sois testemunhas diretas do sofrimento das vítimas e dos refugiados, sobretudo neste período de frio".
O Patriarca assinalou que a festa do Natal faz com que o olhar do mundo se vire para Belém. É no coração dos conflitos e da violência que devastam o nosso Médio Oriente que
surge a ternura do mistério do Natal.".
Em nome do Patriarcado Latino, fez extensivo também o seu agradecimento à Caritas Jordânia, pela sua solidariedade e compromisso com os pobres.
Ao referir-se ao ecumenismo e diálogo inter-religioso destacou o encontro celebrado na Páscoa no dia 5 de maio, entre os Católicos da Terra Santa e Ortodoxos. "A unificação da data da Páscoa não é fácil, mas é um primeiro passo para uma unidade completa o que exige esforços de parte a parte".
Condenou toda forma de fundamentalismo religioso que causou vandalismo afetando "cerca de vinte Lugares Santos ou locais de culto".
Em sua mensagem mencionou também a alegria "de ver partir 120 jovens da Terra Santa para estarem presentes na JMJ do Rio de Janeiro".
Em conclusão expressou que "elevo ao céu a minha oração em comunhão com os meus vigários, padre e fiéis da Terra Santa para que os cristãos, os judeus e muçulmanos juntos encontrem nas suas heranças espirituais espaços comuns em que possam trabalhar concertadamente para porem um termo à injustiça, à opressão, à ignorância e a todos os atos que destroem o dom de Deus em nós – a dignidade humana".
"Que o Menino Jesus, nesta época do Natal, conceda a paz a todos os povos da região. Boas
Festas", finalizou.


Para ler a mensagem na íntegra ingresse em: http://pt.lpj.org/wp-content/uploads/2013/12/Message-de-No%C3%ABl-2013-Pt-version-finale.pdf

ROMA, 23 Dez. 13 - ACI/EWTN Noticias 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...