Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Modéstia no vestir

Vivemos em um país tropical. Nosso verão é invejado por muitos, e a grande maioria da população torce para que ele chegue logo. Mas não podemos confundir isso com sinônimo de “pouca roupa”. É claro que temos dias muito quentes e precisamos sim de roupas leves e frescas para não passarmos mal e suportamos o calor, mas devemos ter prudência com o nosso vestir. Podemos perceber vários anúncios durante o ano incentivando todos, mas de forma especial as mulheres a cuidarem dos corpos para que possam ser exibidos na estação mais quente, e de fato isso acontece, onde quer que vamos podemos observar um verdadeiro desfile de moda, só que cada vez mais são usadas menos roupas, mais curtas, transparentes e decotadas, com a desculpa de que “o que é bonito é para se mostrar” e não se dão conta que esse slogan é só mais uma ferramenta para reduzirem,  nós mulheres, a meros objetos.
Porque temos que ter modéstia no vestir?
Em primeiro lugar porque não somos objetos, nem produto de exposição, pelo contrário como diz São Paulo em 1Coríntios 6,19: “Não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?”
Nosso corpo é sagrado e somos moradas do Espírito Santo, por isso somos dotadas de dignidade e não podemos viver e nos vestir de qualquer jeito.
Em segundo lugar porque não devemos ser causa de pecado para o irmão, segundo Romanos 14,13. E para explicar este motivo vou usar a citação do Professor Felipe Aquino em seu livro vida sexual no casamento. “Se as mulheres soubessem, se tivessem consciência plena, dos problemas mentais que sua falta de decência no vestir causam aos homens, se vestiriam com mais recato. Basta um decote provocante, uma calça justa ou um umbigo de fora, para agitar o homem”.
Jesus sabia que apenas o olhar para uma mulher já incendeia o homem, por isso alertou: “Aquele que olhar para uma mulher com desejo libidinoso em seu coração já cometeu adultério com ela” (Mt 5,28).
Infelizmente muitas mulheres, mesmo cristãs, não entendem esse problema, por isso usam roupas tão justas e decotadas.
Então imagine como não é difícil para eles resistirem às tentações? É claro que aqueles que buscam a santidade e um caminho de retidão se esforçam para vencer, mas nós também devemos fazer a nossa parte.
Temos que estar atentas também com as roupas que usamos na Santa Missa, onde revivemos o sacrifício de Jesus. Algum tempo atrás as pessoas ainda tinham respeito e não participavam com qualquer roupa, alias tinham a “roupa de missa”,  mas com o tempo esse zelo foi sendo deixado de lado e, infelizmente, hoje vemos pessoas que parecem mais estar com roupas de praia do que de missa.
Não quero com esse texto colocar peso ou julgar ninguém. Longe disso! Quero apenas fazer um convite para uma reflexão: – Qual a tendência que estamos seguindo? A de Deus? Ou a do mundo?
Devemos ter cuidado para não nos tornarmos escravas de uma ditadura imposta pela indústria da moda, que visa o lucro e dita um padrão que não é a realidade da maioria das mulheres. Cada uma tem sua beleza e sua forma única, e deve ser aceita e respeitada por todos. Mas o que vemos é o contrário! Se você não tem aquela roupa ou aquele corpo proposto, está fora do padrão de beleza,  e o mais triste é ver que muitas mulheres assumem isso como verdade e fazem de tudo para se encaixar nesses padrões, e quando isso não acontece se tornam frustradas e deprimidas.
Para finalizar vou deixar uma frase de Santa Geana Beretta Molla para reflexão:

“Nosso corpo é um cenáculo, um mostruário: através deste cristal o mundo deveria ver a Deus.”

Eliene Moreira Lucas – Oblata Corpus Christi

Sábado,  14/12/2013 - CORPUS CHRISTI

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...