Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Homilia do Papa em Santa Marta: "cristãos alérgicos aos pregadores"

O Santo Padre celebrou Missa, na manhã desta sexta-feira, na Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, durante a qual refletiu, com os fiéis presentes, sobre a Liturgia do dia.

No Evangelho de hoje, disse o Papa, Jesus compara a geração do seu tempo àquelas crianças, sempre descontentes. Aquelas pessoas não eram abertas à Palavra de Deus, rejeitavam o Mensageiro de Deus, que comia e bebia com os publicanos e pecadores; preferiam o fechamento em seus preceitos, em seus planos revolucionários ou na sua espiritualidade desencarnada.

Aquelas pessoas, explicou ainda o Pontífice, preferiam refugiar-se em uma religião mais elaborada, em preceitos morais, como os fariseus, em compromissos políticos, como os saduceus. O Povo de Deus parece ter certa alergia pelos pregadores da Palavra: os Profetas. Eis porque os perseguia e matava.

Este tipo de cristão, afirmou o Papa, vive fechado, engaiolado, triste e não livre. Por quê? Porque tem medo da liberdade do Espírito Santo, que nos é dada por meio da pregação. Eis o escândalo da pregação, como dizia São Paulo, que acaba no escândalo da Cruz. Tais cristãos se escandalizam que Deus fale através de homens limitados e pecadores; se escandalizam ainda mais porque Deus nos fala e nos salva através de um homem, que se apresenta como Filho de Deus, mas que morre como criminal.

Esses cristãos, disse o Santo Padre, não acreditam no Espírito Santo e nem na liberdade que vem da pregação, que admoesta, que ensina. Este tipo de liberdade faz a Igreja crescer. E exortou:

“Penso nestes cristãos tristes, que sempre criticam os pregadores da Verdade, porque têm medo de abrir a porta do seu coração ao Espírito Santo. Rezemos por eles, mas também por nós, para que não sejamos cristãos mesquinhos, que não deixam o Espírito Santo nos trazer a liberdade, mediante o escândalo da pregação”.


Cidade do Vaticano, 13/12/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...