Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Francisco, homem comum

O jornal da Santa Sé, L’Osservatore Romano, trouxe em sua edição de 04 de dezembro alguns detalhes do encontro do Papa com os fiéis após celebrar a missa na Igreja São Cirilo Alexandrino, no subúrbio de Roma, no último domingo.

Contando aos paroquianos um pouco sobre sua vida, Francisco revelou que antes de se tornar padre e dedicar sua vida à Igreja Católica, trabalhou como segurança de uma casa noturna. Quando era estudante universitário em Buenos Aires, também trabalhou na limpeza de pisos e em um laboratório químico, para arrecadar um dinheiro extra.

Na conversa, o Papa afirmou que “a hipocrisia é um pecado grave”, e explicou que rezou diante do túmulo de São Francisco de Assis, no último dia 4 de outubro, pedindo “o dom da simplicidade” para a Igreja Católica.

Entre os conselhos oferecidos aos paroquianos, ele falou que devem ser bons exemplos para os demais, amáveis e bons, e não falarem mal de ninguém para evitar destruir amizades e qualquer relação pessoal.

O Papa Bergoglio convidou ainda os fiéis a rezar pelos sacerdotes, pois estes têm que saber encontrar forças para seguir no caminho da bondade e da paciência.

Na mesma ocasião, um paroquiano pediu ao Papa que rezasse por um parente seu que quer se tornar frade franciscano. O Pontífice disse que rezaria para que a pessoa tivesse “a perseverança para avançar, mas também a coragem para retornar, se entender que este não é o caminho certo”.

Enfim, Francisco revelou que descobriu sua vocação para o sacerdócio após se confessar com um padre que ele não tinha visto antes. Sobre sua rotina atual, disse que inicia o dia rezando, depois celebra uma missa e então começa a trabalhar. Contou que almoça pelas 13h e depois descansa por cerca de 30 minutos, antes de retomar suas atividades.


Cidade do Vaticano, 05/12/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...