Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Em meio à riqueza do petróleo, crianças morrem de desnutrição

Crianças morrem de má nutrição, a qualidade da água que se bebe é muito ruim. Há falta de tudo, de hospitais, escolas, e uma boa formação moral e de educação.

Não há paz na Nigéria. Enquanto no norte do país o conflito com o grupo terrorista islâmico, Boko Haram, está piorando, as pessoas no sul são cada vez mais vitimas da poluição ambiental e de injustiça social, da ignorância dos seus governantes, da má gestão econômica e da corrupção. O bispo Hyacinth Egbebo chamou a atenção para isso em uma reunião com a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS). Dom Egbebo, pastor do Vicariato Apostólico de Bomadi no Delta do Níger desde 2009, descreveu a situação no país com estas palavras: "O governo não se preocupa com as pessoas, apenas com ele mesmo."

A população é em grande parte excluída do rendimento das ricas reservas de petróleo no sul da Nigéria. Em vez disso, arca com o ônus da exploração desenfreada dos recursos. Nos rios do Delta do Níger, diz Dom Egbebo, não há praticamente mais nenhum peixe: "A causa do declínio drástico é a poluição grave do Delta devido à extração de petróleo, bem como a pesca excessiva. Há muitas redes.” Em resultado, a pesca como meio de subsistência tradicional está desaparecendo. Segundo Dom Egbebo, a fim de garantir uma renda, as pessoas tentam obter petróleo bruto, processam a matéria-prima para depois vender como gasolina, mesmo com o governo tentando evitar essa pratica. "As condições de vida no Vicariato são muito, muito pobre. Crianças morrem de má nutrição, a qualidade da água que se bebe é muito ruim. Há falta de tudo, de hospitais, escolas, e uma boa formação moral e de educação" declarou o bispo Egbebo.

Segundo Dom Egbebo, cerca de três milhões de pessoas vivem na área do Vicariato Apostólico de Bomadi, entre eles cerca de 30.000 católicos. A maioria da população pertence às religiões tradicionais, bem como para as igrejas pentecostais. Bispo Egbebo: "Há formas de sincretismo e pregação simples. Aqueles que não conseguem riqueza fazem aliança com o Diabo. Tudo isto promove o ódio entre as pessoas e não o amor. Mas devemos mesmo amar nossos inimigos. Esta é a teologia que devemos pregar. Só o amor vence."

O Vicariato Apostólico de Bomadi tem 35 sacerdotes para o cuidado pastoral de 25 paróquias. Todo deslocamento depende de veículos e, principalmente, barcos. Mas há uma escassez de ambos. Dom Egbebo, no entanto, planeja estabelecer mais paróquias, o mais rápido possível, e construir escolas e outras instalações de cuidados médicos. O Vicariato atualmente dirige um pequeno hospital com 20 leitos. "O povo confia na Igreja. Podemos fazer muito para melhorar a situação. Nos falta meios, mas vamos continuar a tentar" concluiu Dom Egbebo.


Domingo, 1/12/2013 - AIS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...