Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Com plebiscito a Croácia protege o matrimônio entre homem e mulher

Os croatas aprovaram neste domingo em plebiscito com 66 por cento de aprovação, incluir em sua Constituição a definição de matrimônio como união de um homem e uma mulher, embora vários partidos do país tenham se expressado contra a iniciativa.
Os dados oficiais preliminares difundidos na noite do domingo confirmam a clara vitória do grupo católico ‘Em Nome da Família’, promotor da proposta. A participação foi de 37 por cento.
‘Em Nome da Família’ reuniu mais de 740.000 assinaturas para promover esta iniciativa popular de reforma da Constituição e obrigou assim o Parlamento a aprovar a convocação do plebiscito apesar dos partidos de centro-esquerda que respaldam o Governo se mostrarem contrários à proposta.
Entretanto, o resultado da consulta não é nenhuma surpresa tendo em conta a incorporação do catolicismo mais conservador como elemento da identidade nacional croata. 90 por cento dos 4,4 milhões de croatas se declaram católicos.
Com esta reforma, o matrimônio não poderá ser legislado por lei, mas deverá haver uma maioria parlamentar de dois terços da câmara para modificar a Constituição.
"Estou contente porque, a partir de agora, nenhum governo poderá legalizar o matrimônio homossexual", explicou a líder de ‘Em Nome da Família’, Zeljka Markic.
Uma bailarina, Sanja Grgic, argumentou que não está "contra os gays", "mas votei a favor porque penso que os filhos deveriam crescer em uma família que tenha uma mãe e uma família".
Com a reforma, Croácia se assimila a países como Bielorrússia, Polônia, Moldávia, Bulgária, Montenegro e Servia, onde também tem nível constitucional a definição do matrimônio como união de homem e mulher.

ZAGREB, 03 Dez. 13 - ACI/Europa Press
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...