Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Adeus ano velho!

“Adeus ano velho, feliz ano novo, que tudo se realize no ano que vai nascer…” Pois bem, mais um ano encerrando e outro começando, festas, champanhe, comemoração, alegria… Mas eu pergunto: O que comemoramos? Temos realmente algo a comemorar? Alguém poderia me dizer: “Não quero ler essa matéria, muito pessimista!”. Calma querido leitor! Não quero tirar a sua alegria e te deprimir dizendo que esse mundo está perdido e há muitas crianças que passam fome, ou que o mundo vai acabar esse ano… Na realidade quero apenas ajudá-lo a olhar o mundo de outra forma… É necessário olhar para aquilo que realmente importa.
Certa vez, Jesus enviou 72 discípulos ao mundo com a missão de anunciar o Evangelho, realizar curas, expulsar os demônios… E assim o fizeram, pregaram o Evangelho, realizaram curas, expulsaram demônios… E voltaram todos alegres contando as novidades para Jesus, pois os demônios obedeciam a suas ordens, as pessoas eram curadas e o mal era expulso… Você pode conferir em Lucas 10, 17-20 a resposta de Jesus para esse fato. “Contudo não vos alegreis porque os espíritos vos estão sujeitos, mas alegrai-vos porque os vossos nomes estejam nos céus”. Eis irmãos a irmãos a nossa verdadeira alegria…
Temos dentro do nosso coração uma noção de eternidade, ou melhor, a idéia de que somos eternos, e essa idéia realmente é verdadeira! Nascemos para a eternidade, porém não nesta terra. Aqui tudo é passageiro. Tudo desvanece. Tudo é limitado. Mas existem algumas coisas nesta terra que não são limitadas, justamente porque não provém desta terra, mas do céu… A mais importante delas é a caridade. Ela nos faz voltar o olhar para o céu e obedecer à voz de Paulo que diz: “Buscai as coisas do alto!” (Cf. Col 3,1) Aí está a nossa alegria… Passamos o ano todo correndo atrás de alegrias que na verdade são vãs, pois são tão passageiras quanto o orvalho da manhã…
Podemos por meio da caridade “eternizar” tudo aquilo o que fazemos! Por isso sugiro que nesta virada de ano, façamos um exame de consciência onde possamos realmente nos perguntar: “Há caridade em minhas atitudes?”, ou ainda: “Com que amor eu tenho realizado as minhas obras?”.
A grande “revisão de vida” que devemos fazer deve ser sobre o amor. Após a sua ressurreição, Jesus aparece aos discípulos junto ao lago de Tiberíades, então Ele senta-se junto de Pedro e o questiona: “Simão de João, tu me amas?”. Podemos fazer um paralelo nessa leitura com o entardecer da nossa vida, onde o próprio Senhor olhando para a nossa vida, nos chamará pelo nome (pois nos conhece) e questionará: “E tu, me amas?” A história da nossa vida responderá a essa pergunta! Por isso eu proponho fazermos nesta virada de ano, uma boa confissão que purifique a nossa vida de todo o pecado, e que nos dê a graça de começarmos bem o ano que se inicia, pois o mundo pode não acabar em dezembro deste ano, mas o meu mundo, o seu mundo, que é a própria vida, pode acabar a qualquer momento, e devemos estar prontos para responder a pergunta de Jesus dizendo: “E tu, me amas?”. São João da cruz nos ensina: “Ao entardecer sereis examinados no amor”
Com toda essa preparação, no final do ano que vem estaremos comemorando não uma simples virada de ano, onde pouca coisa ou quase nada mudou em nossas vidas, mas comemoraremos porque Ele, Cristo, se tornou Rei soberano ocupando o trono de nosso coração e por causa disso alcançamos a verdadeira felicidade que não passa.


Douglas Gonçalves – Oblato Corpus Christi
Segunda, 30/12/2013 - Deus é mais por você  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...