Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Tufão nas Filipinas: Igreja Católica muito comprometida na ajuda aos atingidos

"Foi como um tsunami. A onda que submergiu a cidade de Tacloban, totalmente destruída, tinha 18 metros de altura. A área da província de Leyte (centro das Filipinas) atingida pelo tufão Haiyen é realmente ampla e a destruição é notável. Infraestruturas e casas foram destruídas. Será necessário um plano de reabilitação e de reconstrução de grande porte para restituir uma vida normal à população", afirma Eleazar Gómez, filipino, coordenador regional da Cáritas Ásia.
Em um comunicado enviado à agência vaticana Fides, Gómez comenta que "somos solidários com as pessoas que vivem o luto e apelamos a uma mobilização internacional, de governos, ONGs e entidades privadas para as ajudas".
Segundo as estimativas, morreram por causa do tufão aproximadamente 10 mil pessoas, enquanto as famílias dos desabrigados ou deslocados são mais de 900 mil. No total, calcula-se em 10 milhões o número de pessoas afetadas por este desastre natural.
Um comunicado enviado à Fides pelo Padre Edwin Gariguez, diretor da Cáritas Filipinas, informa que "o governo local está fazendo o que pode para fornecer refeições. A Igreja está tentando oferecer alojamentos provisórios e reparos".
Cáritas Filipinas lançou um chamado às 86 dioceses do país para fazer uma contribuição de solidariedade. A questão da ajuda às vítimas dos desastres naturais será o tema central da campanha quaresmal da Conferência Episcopal das Filipinas. O objetivo é educar os fiéis no espírito de generosidade e solidariedade.
Os voluntários da Cáritas estão se mobilizando nas dioceses afetadas pelo desastre e naquelas vizinhas. A arquidiocese de Jaro informou que as cidades de Concepção, Ajuy, Estancia e Balasan, foram destruídas e os voluntários católicos ainda estão trabalhando para salvar vidas.
Entre as dioceses mais atingidas, está a arquidiocese de Palo, que inclui a cidade de Tacloban. Ali existem mais de 150 mil residentes atingidos pelo tufão e que ficaram sem lar. Estão tentando organizar um "centro de crise" para enfrentar a emergência e distribuir ajudas.
As 15 paróquias de Tacloban serão os pontos de distribuição e o Santuário do Santo Nino em Tacloban foi eleito como ponto de referência e de coleta dos bens dos doadores.
A arquidiocese de Cebu se mobilizou para acolher os desabrigados, como aconteceu também na ilha de Palawan.

BANGKOK, 13 Nov. 13 - ACI 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...