Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Santa Sé na Conferência Geral da Unesco: "Dar mais espaço aos jovens por uma nova cultura de paz e desenvolvimento"

A Santa Sé participa da 37ª sessão da Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em andamento até o próximo dia 20, na sede da instituição, em Paris, na França. A delegação da Santa Sé é composta por membros de vários Dicastérios do Vaticano.

Este sábado, dia 9, o líder da delegação, Mons. Francesco Follo, no âmbito do debate sobre política geral, proferiu seu discurso destacando a importância de educar para a partilha, valorizar a contribuição dos jovens e promover o diálogo intercultural.

"Educar para a partilha significa se enriquecer e facilitar o desenvolvimento sustentável" - frisou o observador permanente da Santa Sé, lembrando a este respeito o que foi dito pelo Papa Francisco em agosto passado: "É somente quando somos capazes de partilhar que nos enriquecemos realmente."

"Transmissão e partilha são os objetivos principais no campo da educação a fim de formar os cidadãos do mundo de amanhã", acrescentou Mons. Follo. Ele se deteve sobre a necessidade de dar mais espaço aos jovens, ouvi-los e torná-los capazes de fazer frutificar a herança das gerações de hoje "numa nova cultura de paz e verdadeiro desenvolvimento".

"E se os jovens são a esperança do amanhã, não podemos esquecer, na construção do futuro, quanto os idosos transmitem com a sua experiência e sabedoria", frisou Mons. Follo.

O observador permanente da Santa Sé sublinhou que é importante dar atenção ao diálogo intercultural e reconciliação das culturas, com o objetivo de eliminar a pobreza, favorecer o desenvolvimento sustentável e edificar a paz.

Por fim, Mons. Follo chamou a atenção para a função pública que o Cristianismo pode ter na promoção do ser humano e para o bem comum da humanidade, no pleno respeito e promoção da liberdade religiosa e civil de cada pessoa.


Cidade do Vaticano, 10/11/2013 - Rádio Vaticano
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...