Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Relíquias de São Pedro acompanharam o encerramento do Ano da Fé

Os ossos de São Pedro, o primeiro Papa e Vigário de Cristo na terra que morreu martirizado, acompanharam a celebração de encerramento do Ano da Fé, que o Papa Francisco presidiu ontem na Praça de São Pedro.
As relíquias do Apóstolo, que foi crucificado de cabeça para baixo em 29 de junho do ano 67, permaneceram nas grutas vaticanas durante as celebrações do Ano da Fé, mas ontem foram expostas durante a celebração da Missa pela Solenidade de Cristo Rei do Universo.
Na urna que contém os ossos do primeiro Papa se lê "Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja".
O Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella anunciou no começo de novembro a exposição das relíquias de São Pedro, descrevendo-a como "um último sinal culminante" para o Ano da Fé.
"A fé de Pedro, portanto, confirmará mais uma vez que a porta para o encontro com Cristo está sempre aberta e espera ser cruzada com o mesmo entusiasmo e convicção dos primeiros crentes. Um caminho que os cristãos de hoje sabem que devem seguir sem cansaço, porque são fortes e se veem confirmados pela contemplação do rosto de Cristo", disse.

VATICANO, 25 Nov. 13 - ACI/EWTN Noticias 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...