Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Ou santos ou nada mais


Evangelho do dia 03/11/2013 (Mt 5,1-12a)

Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e Jesus começou a ensiná-los:
“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus!
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Na solenidade de hoje, Jesus mostra-nos à santidade que somos chamados a viver. Uma santidade que para nossa compreensão é demais contraditória…
Felizes são os pobres, felizes são os aflitos, felizes os mansos, felizes os que têm sede e fome… Enfim, felizes os que são infelizes. Mas como assim?
O que vemos é a apresentação da santidade que todos nós, batizados, somos chamados a viver.
Já está na hora de compreendermos que nossa felicidade, nosso descanso, nossa saciedade não acontecerá aqui nesta terra; nossa vida será uma constante luta que só terminará quando alcançarmos o fim último que para nós está reservado, O CÉU.
O discurso de Jesus assusta muitas pessoas justamente por esse motivo. Aqueles que hoje sofrem e não encontram descanso, refúgio e mesmo alegria, mas que canalizam esses desejos para Deus encontra ai o motivo maior de viver, sabe que um dia chegarão ao gozo da alegria e felicidade que são plenas e eternas.
Isso não significa que somos então chamados a viver uma grande desgraça neste mundo, não. Significa sim que “tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus”, mostra que tudo aquilo que sofremos e esperamos tem um verdadeiro e pleno sentido. Se sofrermos perseguição, tribulações e todo tipo de dificuldade por causa de Deus, temos nisso o motivo de nossa alegria.
Esse é o viver dos santos: Em tudo dar glória a Deus, pois não está vivendo para si mesmo, mas vive para glorificar a Deus com sua vida.
Eis o que nosso Amado Senhor nos pede hoje na Solenidade de Todos os Santos. Notemos que a festa de hoje é de TODOS OS SANTOS, aqueles que já estão no céu e aqueles que ainda estão na terra. Os que já se encontram na glória dos céus e gozam da presença da Trindade conseguiram ganhar essa luta com o auxílio da graça; e nós que ainda estamos neste mundo, travando esta batalha somos também chamados a gozar de tudo isso desde já.
O Filho nos abriu as portas deste céu, nos deu Sua Mãe, nos enviou o Espírito, nos deu a Sua Filiação… Temos todos os meios para chegar ao nosso objetivo.
Busquemos na meditação do Evangelho de hoje compreender a alegria de tudo viver por amor a Deus, mas também de forma muito especial peçamos sobre nós o dom da esperança, para que nós saibamos viver à espera deste céu a nós concedido.
Que o testemunho dos santos que já se encontram na glória possa também nos fortalecer e encorajar a amar a Deus sempre mais, sem medo e sem reservas. Digamos com eles: “OU SANTOS OU NADA MAIS.”

Elaine Mariano Pacheco – Oblata Corpus Christi


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...