Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Homilia do Papa em Santa Marta: "A força do homem consiste em bater à porta do coração de Deus"

O Santo Padre celebrou Missa, neste sábado, na Capela da Casa Santa Marta, onde reside, na qual concelebrou o Cardeal Ângelo Comastri, Arcipreste da Basílica vaticana, e os canônicos do Capítulo da mesma Basílica.

Em sua homilia, Papa Francisco refletiu sobre a Liturgia do dia, partindo do Evangelho, onde Jesus convida a rezar, sem cessar, ao narrar a parábola da viúva, que pede, com insistência, a um juiz iníquo, que lhe seja feita justiça.

Assim, disse o Pontífice, Deus faz e fará justiça aos seus eleitos, que clamam a Ele, dia e noite, como aconteceu com o Povo de Israel, guiado por Moisés na fuga do Egito. O Mar Vermelho torna-se um caminho sem obstáculos e a mão de Deus guia e protege seu povo. Portanto, o Senhor ouve o clamor do povo eleito e o salva. E o Papa acrescentou:

“Esta é a força de Deus. Mas, qual é a força do homem? É a mesma da viúva, que bate à porta do coração de Deus; é bater, pedir, reclamar pelos problemas, pelas tantas dores, pelos pecados. A força do homem consiste na oração humilde. E Deus tem compaixão do Homem e atende as suas orações. A força do homem é a oração e também a oração do humilde é a fraqueza de Deus; O Senhor é fraco somente nisso: na oração do seu povo”.

Por fim, o Papa se dirigiu aos canônicos da Basílica de São Pedro, recordando-lhes que o seu trabalho é bater à porta do coração de Deus, rezar pelo povo de Deus:

"Este representa um serviço universal, um serviço à Igreja. Vocês são representantes do povo de Deus e, por isso, devem rezar pelas necessidades da Igreja, da humanidade e de todos. Obrigado por este seu serviço e continuem assim pelo bem da Igreja".


Rádio Vaticano, 16/11/2013 - Cidade do Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...